Cuidados de segurança em ambientes para pessoas idosas

Os cuidados de segurança em ambientes para pessoas idosas é a melhor saída para evitar acidentes e ainda garantir uma rotina mais tranquila.

Cuidados de segurança em ambientes para pessoas idosas

Ao mesmo tempo, isso oferece mais estabilidade para os idosos, que conseguem ter autonomia e independência, mesmo que seja para atividades simples.

Então, separamos um checklist com o que deve estar sob sua atenção sempre que pensar que um local é de uso dos idosos.

Vamos lá?

1. Alcance dos olhos e das mãos


Um dos principais cuidados de segurança em ambientes para pessoas idosas é sempre garantir que as coisas estejam dentro do alcance.

Aqui, cabe uma ressalva para locais que também são usados por outras pessoas.

Isso porque, é importante pensar que o público da terceira idade já não tem a mesma autonomia, flexibilidade e força que os mais jovens.

Como resultado, podem cair e se machucar com mais facilidade ou até escorregarem ou deixarem as coisas cair.

Pensando neste tipo de problema, a solução é começar a facilitar na hora de organizar armários, guarda-roupas e despensas.

A recomendação é que tudo o que o idoso queira ou precise usar em algum momento, esteja ao alcance dos olhos e mãos.

Por exemplo, ao abrir o guarda-roupa, o idoso deve conseguir visualizar o que tem ali e pegar tudo sem precisar subir em nenhum lugar.

Justamente por isso, é indicado reduzir as coisas que estão no alto ou guardar ali coisas que nunca são usadas.

Além do mais, pode ser interessante reduzir as coisas que fiquem em locais que exijam que o idoso deite-se no chão.

Essa tarefa, de se abaixar, pode ser desconfortável, principalmente na hora de levantar novamente.

É importante dizer que este cuidado deve estar na casa toda, nas despensas e armários de cozinha, prateleiras da casa em geral ou nos quartinhos onde se guarda tudo.

2.Chão que facilite na hora de andar entre os cuidados de segurança em ambientes para pessoas idosas


Mudar o chão inteiro da casa não é fácil.

Mas, com o avançar dos anos, escorregar se torna um perigo cada vez maior.

Pensando nisso, a primeira dica é evitar o uso de tapetes, já que deixam o local ainda mais liso e torna-se mais um obstáculo.

Tenha em mente que é comum que muitos idosos começam a arrastar os pés ao envelhecer.

Dessa maneira, a segunda dica é evitar produtos de limpeza que deixem o chão ainda mais escorregadio.

Inclusive, se você está fazendo um curso de cuidador de idosos, é interessante pensar nessas questões extras.

Até porque, muitas famílias se veem perdidas e não sabem por onde começar a mudança.

Sendo que você pode oferecer algumas respostas.

A terceira dica é manter o piso o mais limpo possível.

Neste cenário, a dica é ficar de olho em locais que são desnivelados, que foram poças, como as entradas e também em relação aos móveis.

No geral, evitar muitos móveis em casa é a chave para reduzir acidentes.

3. Apoios e proteção extra


Entre os cuidados de segurança em ambientes para pessoas idosas, estão os apoios e as proteções.

Em síntese, os apoios são ferramentas que facilitam o dia-a-dia do idoso.

Como barras nos banheiros, que são essenciais, próximos a escadas ou degraus, rampas e assim por diante.

Já a proteção extra se refere ao que existe além das barras de proteção.

Assim, aqui se encaixam itens como:

  • Telas de proteção em sacadas e janelas, principalmente de apartamentos;
  • Tapetes antiderrapantes no banheiro;
  • Móveis que sejam mais firmes e pesados, principalmente cadeiras;
  • Itens de vidro ou espelho que estejam bem pregados em paredes;
  • Móveis com pontas arredondadas;
  • Usar produtos que aumentam a textura dos pisos, para escorregar menos;
  • Manter os sapatos sempre novos, com solados que dão mais estabilidade, etc.

4. Maçanetas de portas entre os cuidados de segurança em ambientes para pessoas idosas


Se você já foi em algum residencial para idosos, pode ter notado que as portas são diferentes daquelas mais usadas em casa.

Logo, é comum portas que não tenham maçaneta, é só empurrar que elas já abrem ou as maçanetas sempre são do tipo alavanca.

Acredite, isso não é à toa.

Com o passar dos anos, é comum que alguns movimentos fiquem mais lentos.

Assim, as mãos perdem um pouco da força muscular, alguns idosos apresentam tremores e outras questões.

Dessa forma, as maçanetas redondas tornam-se desafios difíceis.

Trocar as maçanetas, escolhendo o tipo alavanca, facilita o processo de abertura e fechamento, evitando uma série de problemas.

Imagina, por exemplo, se o idoso está desorientado e precisa pedir ajudar ou há fogo na cozinha.

Nestes cenários, é preciso sair rapidamente do ambiente.

Pensando em uma maçaneta difícil e no estresse do momento, abrir a porta é quase um pesadelo.

Já a alavanca, é fácil e dá mais rapidez para o idoso.

5. Fios, sobras de tecidos e pontas – Tudo deve estar preso!


Na quinta posição dessa lista que vai ajudar você no curso de cuidador de idosos online está evitar todos os fios ou “pontas” soltas.

Neste ponto, é preciso pensar que qualquer ponta que fica no espaço pode fazer com que o idoso acabe tropeçando.

Com isso, além de cair e se machucar, ainda pode acabar derrubando diversas coisas.

Entre os principais problemas estão os fios, como de computador/tv e telefone, extensões, pontas de cortinas, cabos de abajures e assim por diante.

A dica é sempre prender bem todos esses itens, para que não fiquem no chão.

Porém, caso não seja possível eliminar completamente, o ideal é prender todo o fio com uma fita colorida no chão.

A física ajuda a deixar o fio preso, sem se mexer, e a cor ajuda na hora do idoso prestar atenção.

No caso de cortinas muito longas, a recomendação é fazer a barra, para que ela fique na altura correta, sem sobras.

Por fim, você ainda ficou com alguma dúvida sobre esses cuidados de segurança em ambientes para pessoas idosas?

Comenta aqui embaixo para que eu possa ajudar você ou aproveite para compartilhar as suas dicas com nossos leitores.

Grande abraço e até o próximo post!

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Certificado Cursos Online, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre cursos, educação e diversos segmentos.
Postagem Anterior Próxima Postagem