Dieta para perder barriga

Dieta para perder barriga

Dieta para perder barriga

http://emagrecermesmo.com/DietaPerfeita

http://emagrecermesmo.com/

Você sonha com um abdômen liso como o da Deborah Secco ou da Juliana Paes? O segredo é investir em alimentos que aceleram o metabolismo e favorecem os hormônios. A fórmula virou até livro aprovado pela BOA FORMA!

Bate-papo na academia. Enquanto corre na esteira, Silvana, 42 anos, 1,72 metro e 65 quilos, comenta com a amiga no aparelho ao lado: “Olha a minha pochete. Vou parar de comer massa no jantar para me livrar das gordurinhas”. Ao que Thaís, 39 anos, 1,72 metro e 74 quilos, responde: “Estou pensando em desistir de malhar, porque nem me mexendo todos os dias consigo diminuir dois manequins para entrar no jeans dos sonhos”.

Silvana é magra e, como Thaís, que está acima do peso, tem a mesma queixa: sobrinhas na cintura. O que prova que nem as mulheres esbeltas escapam desse pesadelo estético, que derruba o visual e destrói a autoconfiança de qualquer mortal do sexo feminino. E aí dúvidas começam a brotar: será que há alimentos que ajudam a queimar os excessos? Como detonar a gordura localizada para sempre? Quais os exercícios mais eficientes? O que fazer, enfim, para conquistar um abdômen durinho e bem desenhado?

E-mails com perguntas do gênero chovem aqui na redação. Por isso, estava mais do que na hora de lançarmos um livro que respondesse a cada uma delas. Assim, nasceu Dieta Seca-Barriga (Editora Abril, 24,90 reais), de autoria da médica cardiologista Heloísa Rocha e da nutricionista Marcella Amar.
A dupla, que escreveu Emagreça com a Dieta das Estrelas (Editora Abril, 24,90 reais), também em parceria com a BOA FORMA, tem expertise em emagrecimento saudável. E conquistou uma clientela estrelada, que inclui as atrizes Juliana Paes, Deborah Secco, Isis Valverde e Thaís Fersoza. Sim, as divas também batalham para ter o abdômen liso!

Nesse novo livro, as autoras partem do princípio de que a adoção de hábitos adequados (leia-se dieta equilibrada e exercícios regulares) faz a barriga murchar. Heloísa explica, entre outras coisas, de que maneira o ritmo metabólico determina o sobe e desce do ponteiro da balança. Também analisa os diversos fatores que influem no processamento e no estoque de calorias, como o tipo de exercício (ou a falta dele), a idade, a predisposição genética, os hormônios… Já Marcella esclarece por que abolir o carboidrato por dias a fio faz o estímulo da dieta perder força, enfraquecendo seu organismo. Os cardápios que ela elaborou especialmente para a publicação atendem a mulheres gordinhas e magrinhas com barriga.

Mudando a genética

A herança familiar favorece o volume na região abdominal. Mas mesmo quem “saiu de fábrica” com tendência a ter barriga saliente encontra meios de combatê-la. “Dá para evitar o stress prolongado, que leva ao aumento do cortisol, hormônio associado à gordura abdominal, e o sedentarismo, que
reduz a massa muscular e, consequentemente, a queima calórica”, resume Heloísa Rocha. A partir disso, você também consegue enxugar as medidas das coxas e do bumbum – outras duas áreas propensas a formar depósitos de gordura.

Em Dieta Seca-Barriga, Marcella Amar destaca alimentos termogênicos, que têm o poder de estimular o metabolismo (veja ao lado). “Eles aumentam a temperatura do organismo”, explica. E como isso faz emagrecer? “Tudo o que você come faz o organismo gastar calorias”, explica. “E isso acontece ao mastigar, ao deglutir, ao absorver, ao metabolizar e ao eliminar qualquer alimento. No caso dos termogênicos, esse gasto de energia (também conhecido como termogênese) é ainda maior.” Na média, o efeito térmico de um alimento é estimado em cerca de 10% de seu aporte calórico. Se você consumir 2 mil calorias, vai gastar cerca de 200 em todo o processo de digestão. Para incrementar ainda mais a perda de peso, a dieta que alisa o abdômen também sugere porções caprichadas de proteína, famosa por saciar com mais facilidade e ajudar a manter a massa magra. Assim, você emagrece sem o risco de ficar flácida. Esse nutriente também é estratégica para evitar picos de insulina – hormônio que, produzido em excesso pelo organismo, contribui para o aumento dos estoques de gordura, especialmente na barriga. Na página ao lado, você confere uma versão de cardápio seca-barriga.Experimente e conte para a gente!

To get the latest update of me and my works

>> <<