Hipoacusia: Saiba o que é, as causas e como identificar

A chamada hipoacusia ou perda auditiva é cada vez mais comum no mundo. Isso pela exposição e descuido que as rotinas agitadas trouxeram.

 
Hipoacusia

Reconhecida pela CID, a hipoacusia é um problema que afeta a qualidade de vida das pessoas que sofrem com isso.

Saiba mais:

O QUE É HIPOACUSIA?


A chamada hipoacusia se trata de uma perda auditiva ao longo de um tempo, ou seja, a pessoa vai perdendo a qualidade da audição.

Essa perda auditiva pode ocorrer por vários motivos como envelhecimento, exposição a ruídos por muito tempo, acúmulo de cera ou até mesmo infecções no ouvido mal tratadas.
 
Muitos confundem o termo hipoacusia com surdez, mas a surdez se refere a perda total da audição em ambos os ouvidos. Enquanto na hipoacusia a perda auditiva pode ser parcial.

Além disso, pode ser hipoacusia bilateral, dos dois lados ou hipoacusia unilateral, de apenas um lado do ouvido.

SINTOMAS DA HIPOACUSIA


Para identificar a hipoacusia, é preciso estar atento aos sinais que o problema vai causando, às vezes a pessoa que sofre com isso não consegue perceber, mas as pessoas em volta podem ajudar no diagnóstico.

Veja quais são os principais sintomas da perda auditiva:

Aumentar o volume da televisão ou da música

 
Você conhece alguém que sempre levanta o volume da televisão lá em cima? Você pede para abaixar e ela reclama dizendo que não está alto.

Embora possa parecer teimosia, pode ser significado de hipoacusia. Para a pessoa o volume não é alto pois a sua capacidade auditiva está comprometida.

Por isso, é importante prestar atenção se episódios assim acontecem com frequência.

Falar mais alto


Alguém com hipoacusia tende a falar mais alto, pois ela não consegue se escutar bem.

Logo, para aquela pessoa ela está falando baixo e os outros também não a podem escutar.

Além de falar mais alto, o indivíduo pode pedir para que os outros falem mais alto, o que mostra um sintoma de perda auditiva também.

Sentir que os sons estão longe


Na hipoacusia auditiva é comum ter a sensação de que os sons estão mais distantes, como se algo que acontece do seu lado, estivesse bem mais longe.

Ao notar esses sinais em você ou em alguém próximo, o ideal é procurar um médico especialista como um Otorrinolaringologista ou um Fonoaudiólogo. Assim, é possível realizar um diagnóstico mais preciso.

O QUE CAUSA HIPOACUSIA?


Existem várias coisas que podem causar a perda de audição, conheça quais são os principais fatores que influenciam:

1- Envelhecimento


O envelhecimento é um dos principais causadores da hipoacusia, na verdade é difícil encontrar idosos que não sofram com algum grau de perda auditiva, por mais leve que seja.

Isso pode se dar por dois motivos: a perda de velocidade com que os estímulos sonoros são recebidos pelo ouvido do idoso ou pela alta exposição a ruídos ao longo da vida.

2- Infecções no ouvido


As infecções de ouvido podem ser perigosas justamente pela possibilidade de causar a perda de audição.

Como por exemplo, a otite, que atinge o ouvido médio e pode dificultar a passagem das ondas sonoras.

O não tratamento da inflamação também pode resultar em danos auditivos.

3- Acúmulo de cera no ouvido


O excesso de cera no ouvido pode causar hipoacusia, já que a passagem de som fica trancada pelo cerume.

Por isso, a importância de manter a higienização correta da orelha.

4- Exposição a barulhos


Estar exposto a barulhos e ruídos altos com frequência pode levar a perda de audição. É indicado que pessoas que não tem escolha, como os trabalhadores de fábricas, usem os protetores auriculares como forma de proteção.

5- Fatores genéticos


A hipoacusia pode ser associada à genética. Ou seja, se alguém na família tem o problema, é preciso estar atento, pois é possível que seja hereditário e passe de geração em geração.

TRATAMENTO PARA HIPOACUSIA


TRATAMENTO PARA HIPOACUSIA

O tratamento vai variar de pessoa para pessoa, dependendo do grau de perda auditiva, da causa e das possibilidades.

É indicado por um médico otorrinolaringologista e vai desde a uma lavagem de ouvido, nos casos mais leves, até a recomendação do uso de aparelho auditivo.

Atualmente, os preços de aparelhos auditivos são bem mais acessíveis e podem ser de vários modelos, dentro da necessidade de cada um.

O importante é garantir a recuperação da qualidade de vida dos pacientes.
Postagem Anterior Próxima Postagem