O que é a pegada de carbono?

Sendo um método que avalia a porção do planeta utilizada para manter determinados estilos de vida, a pegada de carbono deve ser um sinalizador para mudanças de hábitos

O que é a pegada de carbono

Viver sem consumir é quase impossível. No entanto, existem alternativas para diminuir a emissão dos gases poluentes que são gerados constantemente em razão da emissão de carbono na atmosfera. A produção de calcinhas sustentáveis, por exemplo, é uma atitude consciente que está sintonizada à pegada de carbono, sempre com foco na diminuição da degradação do planeta Terra. Com atitudes minimalistas e em defesa do meio ambiente, a ideia auxilia na qualidade de vida das futuras gerações.

Pegada de carbono: a fatia do planeta perdida para sustentar estilos de vida


A pegada de carbono é um método que mede as emissões de gases estufa ao longo do ciclo de várias atividades, como um produto, processos ou serviços. Dessa maneira, trata-se da parcela do planeta necessária para sustentar determinados estilos de vida baseados na queima de combustíveis fósseis para existir, como as mercadorias derivadas do petróleo, plástico, papel, cimento, etc.
 
Também entram nesse rol tudo o que influencia no desmatamento, como a pecuária, as queimadas, o cultivo de arroz, entre muitas outras ações que degradam o meio ambiente. Conhecido ainda como pegada ecológica, o conceito faz parte de uma metodologia que calcula a emissão de carbono direcionada à atmosfera por uma pessoa, atividade ou empresa.

Assim, a pegada de carbono demonstra as parcelas da Terra que são eliminadas para sustentar o consumismo e estilos de vida que valorizam os recursos como se fossem infinitos. No entanto, o resultado pode ser catastrófico, como já estamos observando em muitas situações ao redor do mundo.

Consumismo X degradação


Muitos produtos que consumimos diariamente demandam a queima de carbono. Com isso, as refeições que alimentam as pessoas tiveram suas origens em processos que emitiram gases poluentes à atmosfera, como no cultivo e transporte. Para agir na contramão disso, nada melhor que incentivar atitudes que sejam favoráveis à sustentabilidade, evitando o aquecimento global.

O foco deve sempre ser a qualidade de vida, reduzindo a pegada de carbono para ajudar as próximas gerações. Por isso, muitas empresas estão adotando boas práticas na elaboração de seus produtos com soluções que amenizem os impactos ambientais.

Atitudes que amenizam a pegada de carbono


Cientes de que a conscientização é uma verdadeira arma contra a pegada de carbono, inúmeras pessoas e empresas já estão modificando as formas de pensar e agir, sempre valorizando práticas que estejam conectadas ao bem-estar do planeta.

Entre elas, podemos citar a agricultura sustentável, a igualdade de gênero, a energia limpa e acessível, o crescimento econômico ordenado, a redução das desigualdades, as ações contra as mudanças globais do clima e a valorização de todos os tipos de vida. Além disso, a população precisa participar ativamente por meio da escolha de empresas que tenham selos verdes e que estejam focadas em produções sustentáveis, inclusive com a utilização de embalagens recicláveis ou recicladas.

É a mesma trajetória de quem começa a consumir mais produtos orgânicos no lugar dos industrializados, que valoriza o vegetarianismo pelo menos uma vez por semana, que escolhe peças de roupas que são produzidas sem agredir o meio ambiente, entre muitas outras atitudes conscientes.

Dessa forma, incluindo as mudanças na mobilidade urbana para reduzir as emissões de carbono, o minimalismo é incentivado dia após dia em um verdadeiro trabalho de formiguinha que certamente surtirá ótimos resultados em prol da manutenção da vida no planeta. Portanto, quanto maior a neutralização do carbono, melhores serão as respostas do meio ambiente, sempre amenizando os impactos do aquecimento global.
Postagem Anterior Próxima Postagem