Como se tornar tradutor juramentado?

Você sabe como se tornar tradutor juramentado? Essa é uma função muito importante para a sociedade e para os governos. Portanto, existe um processo específico para poder atuar dessa forma.

A tradução juramentada é aquela realizada para atestar a fé pública e a idoneidade das informações de documentos oficiais. Logo, é uma tradução que precisa ser fiel em todos os detalhes ao documento original.

Documentos estrangeiros não têm validade legal no Brasil se não forem traduzidos dessa forma. O mesmo acontece com documentos brasileiros em outros países.

E o salário compensa, já que um profissional dessa área pode ganhar até R$ 5.000 reais. Mas, como se tornar tradutor juramentado? Confira a partir de agora.

Como se tornar tradutor juramentado no Brasil?

O tradutor juramentado ou tradutor público precisa passar por um concurso antes de poder atuar na profissão. Esses concursos são organizados pelas juntas comerciais estaduais.

Então, o primeiro passo para ser um tradutor juramentado é escolher em qual idioma você quer atuar. Por exemplo, português e espanhol, português e inglês, português e italiano, ou outro idioma da sua escolha.

Depois de adquirir o domínio da língua escolhida, você deve aguardar um concurso público no seu estado. E, obviamente, é preciso conhecer a profissão e estudar com dedicação para passar.

Os editais são publicados pela junta comercial de cada estado. Além disso, os sindicatos e as associações da categoria costumam organizar cursos preparatórios para os interessados.

Como se tornar tradutor juramentado: os requisitos legais para exercer a profissão

Como ficou claro, a tradução juramentada não é uma tradução comum. Então, além de se preparar bem, é preciso cumprir alguns requisitos legais para poder atuar nessa área:

  • Ter 21 anos completos ou mais;
  • Ser brasileiro nato ou naturalizado;
  • Não possuir condenação por crime cuja pena seja exoneração de cargo público.

Para os homens, há um requisito a mais: ter as obrigações militares em dia. Logo, se você quer se tornar um tradutor juramentado é preciso prestar atenção nesses detalhes antes de fazer a sua candidatura. 

Afinal, essa é uma carreira onde a idoneidade e a boa fé do profissional são muito relevantes. Tão relevantes quanto as suas habilidades como tradutor.

Não é preciso formação superior

Esse é um detalhe importante sobre como se tornar tradutor juramentado: você precisa ter conhecimento no idioma escolhido, mas não é obrigatório ter formação superior.

Esse detalhe beneficia candidatos que têm proficiência em algum idioma, mas que não o aprenderam em uma faculdade. Então, se esse é o seu caso, saiba que você pode sim tentar uma vaga como tradutor juramentado.

Tudo o que você precisa é ter domínio da língua portuguesa e também do idioma no qual você vai fazer traduções. Mas, isso não significa que você não deva se preparar com antecedência para o concurso.

Afinal, durante a realização da prova você terá que traduzir um texto para o idioma escolhido. E fará também exames orais em que vai precisar demonstrar o domínio da língua escolhida. Além do domínio da língua portuguesa.

Lembre-se também que você vai estar disputando vagas com outros candidatos interessados na mesma carreira que você. Portanto, você também vai ter que se sobressair perante seus concorrentes.

Dicas finais 

Apesar de ser um profissional concursado, o tradutor juramentado não é um servidor público. E apesar de ser registrado na junta comercial Estadual, ele não possui vínculo empregatício com ela.

Os tradutores juramentados podem atuar de forma autônoma ou trabalhar para agências de tradução. Além disso, podem se filiar a sindicatos da categoria ou associações de tradutores públicos.

Tirou suas dúvidas sobre como se tornar tradutor juramentado? Aproveite e deixe o seu comentário!

Como se tornar tradutor juramentado