Como escolher o bairro ideal para morar?

Por mais que encontrar o imóvel ideal não seja uma tarefa simples, ela com certeza vale a pena. Afinal, ter um apartamento para chamar de seu é uma das melhores sensações, principalmente quando ele atende suas necessidades e gostos pessoais. No entanto, é importante lembrar que a localização da propriedade também é importante, pois de nada adianta ter um bom lugar para morar, se você não se sentir bem ou seguro no bairro.

Obviamente, a imobiliária escolhida irá realizar todas as orientações para que você tenha um imóvel completo e em boa localização. Mas, se você quer agilizar esse processo, continue acompanhando o post de hoje e veja 9 dicas para escolher o bairro ideal para morar.

1. Observe a localização

Um dos pontos mais importantes que precisa ser considerado é a região em que pretende morar. Ou seja, quanto mais próxima de áreas centrais, maior será o custo do imóvel, tanto seus valores de venda quanto de aluguel. Contudo, isso varia de cidade para cidade, pois existem bairros mais distantes onde é possível encontrar empreendimentos que atendam suas necessidades e demandas, além de contarem com infraestrutura, oferecendo um valor mais acessível, mas sem deixar de lado a qualidade de vida.

2. Considere o custo-benefício

Também é essencial analisar o custo-benefício, a fim de garantir boas oportunidades, aliando um valor que caiba em seu orçamento, mas sem prejudicar seu bem-estar e capacidade de pagamento. Portanto, ao procurar o bairro ideal para morar, considere a relação entre custo e benefício, para tomar a decisão correta. Afinal, de nada adianta morar em um bairro mais barato, se ele fica muito longe de seu trabalho, por exemplo. Além de gastar mais com transporte, sua qualidade de vida fica prejudicada.

3. Pense em sua rotina

Outro ponto importante é a rotina diária dos moradores, ou seja, escola, trabalho, filhos e outras atividades, como prática de esportes, idas ao supermercado, etc. Sendo assim, você deve escolher uma região que permita que você realize suas tarefas e que facilite o dia a dia, evitando perder tempo com trânsito e grandes deslocamentos.

4. Analise a infraestrutura da região

A infraestrutura do bairro também não pode ser ignorada, pois impacta diretamente nas tarefas da rotina e qualidade de vida. Portanto, ao visitar a região, analise pontos como iluminação pública, possíveis alagamentos em dias de chuva, pavimentação das ruas, transporte público, saneamento básico, acessibilidade, coleta de lixo, água e luz, praças, arborização, mobilidade urbana, como são os horários de pico, etc.

5. Converse com os moradores

Uma ótima dica para quem está em dúvida sobre qual bairro escolher é conversar com os vizinhos e comerciantes da região. Afinal, pesquisar na internet não é a mesma coisa do que saber da vivência real dos moradores. Isso porque, eles poderão passar seu ponto de vista, informando não apenas sobre as vantagens do bairro, mas também pontos que precisam ser melhorados e que podem impactar em seu dia a dia.

6. Cheque as opções de lazer, centros de saúde e escolas

Mais do que o imóvel em si, a qualidade de vida também está atrelada à facilidade no dia a dia de toda a família. Sendo assim, não deixe de avaliar a presença de lugares para se divertir ao ar livre, espaços públicos, escolas para as crianças e centros de saúde. É importante deixar claro que, se não houver, o acesso até esses lugares não deve ser difícil, mas sim facilitado pelas vias.

7. Avalie a segurança

Outra questão essencial é que você precisa se sentir seguro ao sair ou chegar em casa, além de poder aproveitar os espaços públicos com tranquilidade, sem correr nenhum risco. Sendo assim, pesquise sobre o histórico do bairro, analisando os dados para entender se a região é segura para todos os moradores e visitantes.

8. Analise o potencial de crescimento e desenvolvimento da região

Uma ótima dica é observar o potencial de crescimento e desenvolvimento do bairro, pois isso influencia bastante na valorização do imóvel no futuro. Inclusive, caso queira vender a propriedade ou disponibilizá-la para locação, os valores mudam conforme a região se desenvolve. Além disso, também promove maior facilidade e qualidade de vida no dia a dia.

9. Visite o bairro em diferentes horários do dia

Por fim, uma última dica para quem quer escolher o bairro certo para morar, é visitá-lo em diferentes horários e dias da semana. Com isso, você terá uma boa experiência de como realmente é morar na região e evitar surpresas, analisando horários de pico, a iluminação, se a região é muito barulhenta, quais as vias mais movimentadas, etc.

Então, com as dicas do post de hoje temos certeza que será muito mais fácil escolher o bairro ideal para morar. Lembre-se de conversar com sua imobiliária, pois assim ela poderá indicar as melhores opções para suas necessidades, preferências e realidade.

Como escolher o bairro ideal para morar