Certidão de inteiro teor de imóveis: Conheça melhor a sua importância

Como é de conhecimento geral, na hora de fazer uma transação imobiliária é necessário a apresentação de diversos documentos que servem para manter o processo dentro da lei.

Dentre esses documentos, podemos citar a certidão de inteiro teor de imóveis, que é um dos mais importantes integrantes da papelada necessária na hora de comprar ou vender uma casa, terreno ou apartamento.

Para desmistificar esse documento de uma vez por todas, criamos esse artigo informativo. Lendo os tópicos a seguir você vai entender de uma vez por todas o que é, para que ser e quando a certidão de inteiro teor de imóveis é necessária.

Veja!

O que é uma certidão de inteiro teor de imóveis?

A certidão de inteiro teor de imóveis é um documento que contém absolutamente todas as informações descritas no registro civil (matrícula) de determinado imóvel.

Essas informações vão desde o número da matrícula do imóvel e os dados da sua localização, até dados de antigos proprietários e outros detalhes importantes.

Esse documento leva “inteiro teor” na composição do seu nome pelo fato de ele ser uma cópia exata de todas as informações que existem no livro de registro original, que repousa em um cartório de registro de imóveis.

Quais são as diferenças entre a certidão de inteiro teor e a simples?

Como citamos anteriormente, a certidão de inteiro teor de imóveis contém todas as informações referentes a determinado imóvel.

Por outro lado, a certidão imobiliária simples traz apenas um registro resumido, contendo o número da matrícula, dados sobre transações recentes envolvendo o bem, etc.

Em uma comparação, a certidão de inteiro teor serve como um histórico de “toda a vida” do imóvel, enquanto a certidão simples conta apenas alguns detalhes dela.

Em que situações esse documento é necessário e porque ele é importante?

A certidão de inteiro teor de imóveis é imprescindível em toda e qualquer transação imobiliária, principalmente por parte de quem está comprando o imóvel.

Isso porque as informações contidas nesse documento podem comprar ou afastar a suspeita da existência de embaraços judiciais envolvendo o bem.

Portanto, na hora de comprar uma casa, terreno, apartamento, ponto comercial ou outro, exija que o vendedor apresente todos os documentos necessários, incluindo a certidão de inteiro teor do imóvel em questão.

Fazendo assim, você ficará livre de surpresas desagradáveis no futuro, como, por exemplo, descobrir se o imóvel adquirido faz parte de alguma herança ou disputa judicial. Fique ligado!

Como obter a certidão de inteiro teor de um imóvel?

Para solicitar a certidão de inteiro teor de uma casa, por exemplo, você deve ir ao cartório de registro civil mais próximo, de preferência aquele em que o imóvel foi matriculado.

Chegando ao estabelecimento, você deve fornecer informações básicas sobre o imóvel, como número de matrícula e endereço, por exemplo.

A partir disso, o funcionário do tabelionato irá procurar o livro de registro onde o bem está descrito e então produzir a certidão.

Vale destacar que o serviço não é gratuito, e o preço cobrado gira em torno de R$ 55,00 a depender da região do país.

A emissão do documento pode ser feita no mesmo dia ou levar até 7 dias para ser concluída, a depender do “tempo de vida” que o imóvel já tenha.

Além disso, o prazo de validade de uma certidão de inteiro teor de imóveis costuma ser de apenas 30 dias.

É possível pedir a certidão de inteiro teor de um imóvel pela internet?

Sim, hoje em dia é possível emitir certidões de inteiro teor de imóveis via internet, por meio dos chamados cartórios virtuais.

Para tanto, basta acessar o site de um desses estabelecimentos e fazer a solicitação e o pagamento das taxas referentes com base nas instruções contidas no próprio site.

Nessa modalidade a emissão do documento também costuma levar alguns dias, visto que o cartório online precisará entrar em contato com o cartório onde o imóvel está registrado para, só então, lavrar a certidão de inteiro teor.

Porém, a solicitação é mais cômoda e ao fim do processo de emissão, o solicitante recebe a sua certidão via e-mail ou pelos correios.

Certidão de inteiro teor de imóveis