Como os indicadores de RH ajudam minha empresa? – Confira os 7 principais e seus efeitos!

Como os indicadores de RH ajudam minha empresa? Frequentemente ouvimos falar de “KPIs” em no mesmo empresarial, principalmente em empresas que dependem de vendas ou produção. Na realidade, os KPIs podem ser criados e aplicados para cada área, processo, função ou atividade da empresa, a depender do mindset Recursos Humanos.

O importante é conhecer a fundo do ponto de vista operacional e não apenas teórico, pois os KPIs são indicadores de desempenho da empresa e cada vez mais utilizados também pelos gestores de Recursos Humanos.

Os gestores de RH utilizam KPIs uma vez que grande parte do sucesso de uma empresa depende da correta gestão e crescimento do capital humano. Neste conteúdo, vamos explicar como os indicadores de RH ajudam minha empresa. Quer saber mais? Então nos acompanhe até o final do conteúdo, vamos lá!

O que são KPIs?

O termo é usado em inglês e amplamente difundido, significando “Key Performance Indicator”, que em português literal significa “Indicador-chave de Desempenho”. Como mencionamos anteriormente, tratam-se de indicadores de desempenho da empresa e de seus colaboradores, cada vez mais sendo utilizados pelos gestores de RH.

Características de um Indicador de Desempenho

  • Específico: o indicador de desempenho deve ser concreto, limitado e se referir a um objetivo específico;
  • Mensurável: deve ser quantitativamente avaliável;
  • Realista: seus objetivos precisam ser acessíveis e ponderados sob medida para o seu negócio;
  • Relevante: analise apenas indicadores de desempenho que sejam realmente relevantes para seus objetivos e tragam valor ao seu negócio;
  • Transitório: definir um prazo pode ajudar a manter a concentração e a motivação para atingir a meta estipulada para seus colaboradores.

7 principais Indicadores de Desempenho

Mas afinal, como os indicadores de RH ajudam minha empresa? Vamos responder essa dúvida logo abaixo, explicando quais são os 7 principais indicadores-chave de desempenho de RH. Você perceberá que, cada um dos KPIs possui uma função previamente estipulada.

Dessa forma, enquanto explicamos o que significa cada um deles, você também poderá perceber a importância de cada um deles para sua empresa. Preste bastante atenção aos detalhes e busque implementá-los por meio de avaliações em sua empresa. Leia:

1. Proteção de talentos e rotatividade de pessoal

Este é um KPI fundamental, pois indica a estabilidade do desempenho de uma empresa. É útil para identificar a disposição média dos funcionários em permanecer na empresa.

Baseia-se na manutenção de recursos valiosos na empresa e depende de remuneração pecuniária (remuneração, benefícios, condições gerais de trabalho), mas também de remuneração não pecuniária (capacidade de motivar, criar empenho, reconhecimento de valor, possibilidade de crescimento, etc).

Perder um funcionário valioso é uma dupla derrota, porque recrutar e treinar novos funcionários leva tempo e recursos e porque um recurso valioso foi adicionado para agregar valor ao seu concorrente em potencial.

2. Tempo na mesma posição

Se um funcionário passa muito tempo no mesmo cargo, por exemplo, pode se sentir motivado a buscar novos desafios e oportunidades em outra empresa. Portanto, é útil medir o tempo médio que um funcionário leva para receber uma promoção.

Esse tempo pode ser calculado somando o número de meses que cada trabalhador passa no mesmo cargo e dividindo o resultado pelo número total de funcionários de uma empresa.

3. Absenteísmo

As ausências dos colaboradores por atrasos, licenças médicas ou outros tipos de faltas, justificadas ou não, são outro fator mensurável. Podem ser úteis para a previsão de faltas e prevenção de eventuais problemas operacionais dentro da empresa. É possível calcular os efeitos do absenteísmo nos balanços empresariais medindo o valor médio das horas trabalhadas.

4. Tempo médio para contratação de um novo talento

O período de tempo entre a saída de um funcionário e a efetiva contratação de um novo é um enorme desperdício de recursos para uma empresa. A otimização do tempo é possível, mas continua sendo um KPI a ser monitorado com cautela, pois é influenciado por vários fatores.

5. Treinamento de equipe

Este indicador de desempenho é fundamental para o desempenho de uma empresa. Permite medir e otimizar a produtividade de cada colaborador. Por meio de programas de treinamento adequados e subsidiados pela empresa é possível incentivar a equipe e aumentar a produtividade e o nível de gratificação.

Você pode definir quais são os treinamentos necessários para cada ciclo por meio das avaliações de desempenho, que podem ser realizadas a cada trimestre ou até mesmo em menos tempo.

6. Tempo médio para realizar uma atividade

 O objetivo deste indicador-chave de desempenho é medir a eficiência dos trabalhadores de uma empresa, tanto para funcionários novos quanto para funcionários experientes. No entanto, deve-se considerar que, ao longo do tempo, esse KPI tende a diminuir gradativamente. Isso acontece porque quanto mais experiência um funcionário adquirir, maior é a margem de otimização do tempo.

7. Acidentes de trabalho

Cada empresa espera minimizar ao máximo a porcentagem de acidentes no local de trabalho, mesmo que seja inevitável que ocorram. Nesse caso, é necessária uma investigação minuciosa das causas pelo líder/gerente/gestor de Recursos Humanos. Até a próxima!

Como os indicadores de RH ajudam minha empresa