Contaminação da água, entenda os riscos para a sua saúde

Mesmo cobrindo 2/3 da Terra, a verdade é que falta água potável e de qualidade para muitas pessoas. Uma grande parcela está nos mares e outra porção considerável sofre com a contaminação. 

Em 2020, diversas pessoas foram internadas na Bahia por consumirem água contaminada, o que explica a procura por purificador de água em Salvador. De fato, os riscos para a saúde são reais e merecem sua atenção.

Continue a leitura para se informar melhor sobre o assunto e aprender como garantir uma água pura e realmente própria para o consumo!

Contaminação x poluição: saiba qual a diferença

Contaminação x poluição

Apesar de muitas pessoas acreditarem que contaminação e poluição são a mesma coisa, esses conceitos se diferem. Portanto, dizer que a água de determinado rio é poluída ou contaminada tem significados diferentes.

Em resumo, a água poluída é a que apresenta alterações em sua coloração, sabor ou cheiro, mas nem sempre provoca doenças. Já a água contaminada é um risco à saúde humana pois contém agentes patogênicos, como:

  • bactérias;
  • protozoários;
  • vírus;
  • metais pesados;
  • substâncias tóxicas.

Sendo assim, a contaminação é um tipo de poluição. Mas, ambas exigem atenção e cuidado, já que a água é considerada imprópria para o consumo e, até mesmo, para fins recreativos.

Os riscos à saúde provocadas pela contaminação da água

A contaminação da água é um problema de saúde pública. Isso porque, pessoas que têm contato ou ingerem o líquido estão sujeitas a enfrentarem uma série de doenças — algumas com consequências graves, inclusive a morte.

Hepatite A

A Hepatite A é uma doença causada por vírus que causa uma inflamação no fígado. Em geral, as pessoas são infectadas por via oral, ou seja, ingerem água ou alimentos contaminados por fezes de humanos com o vírus no organismo.

O quadro não é exatamente grave, embora os principais sintomas incomodem bastante, como tontura, vômitos, febre, dor abdominal e cansaço excessivo.

Poliomelite

A Poliomelite, popularmente conhecida como paralisia infantil, é uma doença grave causada por um vírus que habita no intestino humano e é transmitida com a ingestão de água contaminada por fezes humanas ou secreções bucais.

Assim que o vírus entra pela boca, ele migra para a garganta e intestino, onde ficará hospedado. Assim que atinge a corrente sanguínea, ele pode ser levado ao cérebro.

Quando isso ocorre, o quadro pode ficar mais grave, já que o sistema nervoso central é atingido, o que pode causar a paralisia de membros inferiores. 

Amebíase

A Amebíase é uma doença infecciosa provocada por um parasita que se fixa no cólon humano. Em geral, há muitos diagnósticos dessa doença em locais onde o saneamento básico é precário.

Sobre os sintomas, podemos destacar febre, perda de peso, diarreia intensa, dor abdominal e a presença de sangue nas fezes. 

Cólera

A Cólera é uma doença causada por bactérias e causa uma infecção aguda no intestino. A transmissão acontece pela ingestão da água contaminada ou até pelo contato direto com fezes humanas, como no caso de alimentos.

O quadro pode ser assintomático ou gerar uma diarreia leve. 

Leptospirose

A Leptospirose é uma das doenças mais comuns causadas pela contaminação de rios. O problema é causado pelo contato ou ingestão de água em que há a presença de urina de animais, especialmente de ratos. 

A doença tem vários graus, podendo ser leve ou atingir um nível maior de gravidade, com casos que evoluem para o óbito. Entre os sintomas podemos destacar febre, pele amarelada e dor muscular.

Disenteria bacteriana

Muitas pessoas já tiveram Disenteria bacteriana mesmo sem saber. Trata-se de uma doença com complicações intestinais causada por uma bactéria da família Shigella.

Assim como as demais doenças, a transmissão ocorre pela ingestão de água ou alimentos contaminados.

O quadro pode durar até 10 dias e pode ser resumido em uma intensa diarreia, com a presença de muco e sangue. Com isso, cansaço e desidratação são sintomas frequentes nos pacientes diagnosticados.

Febre Tifoide

A Febre Tifoide é uma doença causada pela bactéria Salmonella. Trata-se de um problema de saúde pública mundial, com maior incidência em locais com precárias condições de higiene e saneamento básico ineficaz ou inexistente.

No Brasil, o problema está controlado na maior parte do território. Porém, em alguns locais do Norte e Nordeste ainda existem casos diagnosticados.

Entre os sintomas destacam-se febre alta, dor de cabeça, aumento do baço, queda dos batimentos cardíacos, diarreia e tosse seca.

Como se proteger da contaminação 

Quando o assunto é contaminação da água, é difícil agir na raiz do problema. Afinal, o problema exige políticas públicas eficientes e conscientização da população sobre a importância de desenvolverem bons hábitos de higiene.

No entanto, existem medidas que estão ao alcance de qualquer pessoa e é nelas que você deve se concentrar, como:

  • evitar banhos em rios e praias com sinais de poluição;
  • lavar bem os alimentos antes de ingeri-los;
  • garantir a purificação da água destinada ao consumo humano.

Purificador de água é eficaz e acessível

Os purificadores de água são equipamentos que vão muito além do que um filtro comum, pois garantem que água esteja sempre livre de microrganismos nocivos à saúde humana.

O produto tem um custo acessível e promove uma limpeza mais profunda na água. Em geral, além de um elemento que faz a filtragem, o equipamento conta com mecanismos e tecnologias extras, capazes de eliminar vírus, bactérias e protozoários.

Em outras palavras, você tem acesso a um produto que te protege da contaminação da água. Lembrando que o nível da purificação depende do fabricante e pode variar de P1 (mais completa) a P6 (mais básica).

Além disso, existem produtos destinados ao uso doméstico e, também, para ambientes empresariais. Por isso, não há motivos para consumir uma água que não é pura e pode prejudicar sua saúde e qualidade de vida.

contaminação