Confira o que não fazer durante uma entrevista de emprego

Existem algumas coisas que podem fazer com que você perca a chance de uma vaga!

A entrevista de emprego costuma ser crucial para a contratação: mesmo que um profissional seja “a cara” de uma vaga, às vezes o seu discurso ou comportamento durante o bate-papo com o recrutador podem fazer com que ele não seja escolhido.

Não é incomum que fiquemos nervosos durante esse momento, uma vez que estamos literalmente sendo avaliados. O mais importante é pensar que, assim como você, outras pessoas estão passando pelo mesmo processo. Não é, portanto, uma coisa pessoal: é uma formalidade profissional de grande importância.

Se é difícil para você falar abertamente ou com controle emocional quando dialoga com pessoas que não conhece (ou em situações onde você está sendo avaliado), preocupe-se em se preparar antes. 

Como você faz isso? Primeiro, tendo total domínio sobre o seu próprio discurso e história. Você sabe de onde veio e por onde passou; da mesma forma, tem consciência de todas as suas habilidades e daquilo que pode ser melhorado. Utilize esse conhecimento a seu favor.

Estude todas as informações que estão disponíveis no seu currículo e portfólio, uma vez que elas serão questionadas. Se algo não está bem escrito ou pode sugerir algo além das suas capacidades, reescreva ou remova a informação do seu material de trabalho.

Vamos aproveitar esse gancho para falar sobre o tema principal deste artigo.

O que não fazer durante uma entrevista de emprego

A primeira coisa, como você pode imaginar, é: não minta sobre as suas aptidões e dificuldades. 

Todas as informações que estiverem em sua carta de apresentação, currículo ou similares podem e serão cobradas de você em algum momento. Se você tiver mentido sobre falar uma língua estrangeira ou sobre um curso de mecânica, por exemplo, a tendência é que essa mentira se vire contra você.

Além de você perder a confiança de seus superiores – o que pode, inclusive, ser motivo para uma demissão ou similar em tempos futuros -, você compromete o andamento dos trabalhos de seus amigos, além de colocar a todos do escritório em uma “saia justa” diante de clientes e possíveis clientes.

Se o seu nível de inglês é mediano, escreva: mediano. Acrescente a informação de que está disposto a estudar mais e a buscar cursos de conversação, por exemplo, se realmente estiver nessa energia e se for fundamental para o seu crescimento dentro da empresa. 

De resto, creia: a sinceridade é sempre a melhor política. Os recrutadores preferem pessoas que são honestas em relação àquilo que são capazes de fazer e demonstram interesse em aprender.

Quem chega com grande pompa, por outro lado, pode ser visto como arrogante, egocêntrico ou similares – e isso, em especial para companhias que prezam por trabalhos em equipe, é um grande “não”. 

Cuidado com a sua forma de falar

Mais uma vez, vamos pegar o gancho do parágrafo anterior para falar sobre um comportamento que não tem vez nas entrevistas de emprego.

Não é interessante que o entrevistado chegue de forma tímida, nem que se coloque em uma posição de inferioridade: cabeça baixa, dificuldade para olhar para quem está falando, gagueira e outras coisas são indícios não apenas de insegurança, mas de mentiras. 

Assim, mesmo que você esteja falando a verdade, o entrevistador pode sentir que você não está sendo suficientemente honesto.

Por outro lado, perde muito quem chega falando de forma demasiadamente arrogante, com excesso de estrangeirismos, “nariz empinado” e similares. Jamais será interessante abordar o entrevistador como se ele estivesse, no ato da entrevista, a fazer um favor.

A melhor opção sempre será entrar na sala de forma respeitosa e calma, sentar-se na cadeira que é destinada a você e, olhando nos olhos do recrutador, contar a ele sobre as suas experiências de vida.

Cuidado apenas para não adquirir um caráter de narrador: concentre-se em responder às perguntas que são feitas de forma direta, uma vez que não há tempo para perder, e sempre educadamente. Essas são pequenas atitudes que, creia, podem fazer com que você se destaque entre dezenas de candidatos.

Uma última dica: lembre-se que você deve se vestir de acordo com a vaga e o perfil da empresa. Algumas companhias são bem rígidas com o dress code, então você deve se esforçar para não sair muito dele. Mesmo quando a entrevista é online, isso está valendo!

Confira o que não fazer durante uma entrevista de emprego