Conheça a condição bromidrose que afeta muitas pessoas

Após praticar atividades físicas intensas ou usar roupas justas em dias muito quentes, pode surgir aquele mau cheiro nas axilas. Contudo, algumas pessoas têm quadros intensos de produção de odor desagradável, originando a bromidrose. Veja mais sobre esse quadro!

A pele é o maior órgão do corpo humano e é responsável por proteger tecidos subjacentes e órgãos internos, regular a temperatura, conter terminações nervosas e estabelecer uma fronteira entre o exterior e o interior de uma pessoa.

Diferentes problemas podem afetar a pele de uma pessoa: alergias, perda de coloração, eczema, inflamação, manchas, descamação, assaduras, micose e até melanoma (câncer).

Outro problema menos conhecido é a bromidrose, relacionada ao suor.

Nos últimos anos, o desenvolvimento da indústria têxtil permitiu a criação de peças feitas com tecido respirável, que garantem bastante conforto e evitam a propagação de micro-organismos, como bactérias e fungos, que podem ocasionar mau cheiro.

O que é

A bromidrose é caracterizada pelo suor corporal acompanhado com odor desagradável, que é produzido pelas glândulas apócrinas, que aparecem ainda mais concentradas nos pés, axila e virilha.

Via de regra, essas glândulas surgem no início da adolescência, até os 14 anos de idade. No entanto, há pessoas adultas que possuem um número mais elevado dessas glândulas, o que ajuda a explicar por que o odor é mais forte em algumas pessoas e não em outras.

Essa condição clínica não costuma ser grave, mas pode ter grandes impactos sobre a qualidade de vida de uma pessoa, que pode ter a sua vida social inibida a partir do odor desagradável presente principalmente em áreas como axila, virilha e pés. Essa condição pode ocorrer em qualquer fase da vida de uma pessoa.

Já imaginou alguém saindo com os amigos ou indo para a escola ou para o trabalho e provocando mal-estar por causa do seu cheiro?

Quando o odor é muito intenso, mesmo quando a pessoa mantém hábitos diários de higiene, é recomendado procurar um(a) dermatologista para verificar que tratamento é o mais adequado.

Prevenção e tratamento

A prevenção da bromidrose é complexa: em crianças e idosos não há como fazê-la, pois pessoas nessas faixas etárias possuem níveis hormonais reduzidos, incompatíveis com o surgimento da bromidrose.

Já na idade adulta, a recomendação é buscar ajuda médica assim que a intensidade do odor causar transtornos ou incômodos.

Alguns cuidados simples que podem ser tomados na vida cotidiana são: usar desodorantes de longa duração, evitar repetir roupas, secar bem a pele após o banho (especialmente nas dobras da pele e entre os dedos), usar sabonetes antissépticos e pomadas com ação antibiótica e optar por calçados abertos sempre que possível.

Em casos mais agudos, pode ser possível tratamento com cirurgia ou laser para reduzir o número de glândulas apócrinas.

No caso de bromidrose nos pés, é recomendado remover o estrato córneo excessivo e realizar esfoliação suave de algumas áreas, como as solas dos pés.

É importante ressaltar que o diagnóstico e a indicação de um tratamento mais direcionado para o organismo e a condição de cada pessoa exige análise médica. Por isso, é importante procurar um(a) dermatologista.

Porém, o mais comum é que o tratamento envolva a aplicação de produtos como antibiótico tópico, que é capaz de modificar a quantidade e o tipo de bactérias nas regiões do corpo citadas anteriormente.

Se o problema reaparecer após a aplicação de produtos, pode ser necessário realizar mais de um tratamento ao longo do tempo.

No caso de aplicação de medicamentos, é recomendado utilizar pequenas quantidades do produto sobre a pele bem seca, preferencialmente no período da noite — momento em que os pés costumam ficar secos e frescos.

É comum que o(a) dermatologista recomende a aplicação entre três e cinco noites consecutivas no começo e, em um momento posterior do tratamento, mantenha o uso uma ou duas vezes por semana. Ao despertar, você deve lavar os pés para retirar o produto em questão.

Conheça a condição bromidrose que afeta muitas pessoas