Crise sanitária aumenta busca por imóveis com quintal ou varanda

Pessoas passaram a valorizar espaço e luminosidade natural

O ano de 2020 mudou a forma com que lidamos com a nossa casa. Antes, a residência era um local exclusivo de descanso e, para algumas pessoas, apenas um “pouso” entre uma viagem e outra. 

Imóveis com quintal ou varanda

A necessidade de isolamento social, o home office e o homeschooling nos fizeram notar que a casa precisa ter mais conforto e valorização do que imaginávamos.

O mercado de imóveis é um dos que mais sentiu a transformação no comportamento do consumidor, que passou a buscar muito mais por imóveis com quintal ou varanda. Famílias com crianças estão entre as que mais procuraram essa opção, a fim de proporcionar mais liberdade para a turminha brincar com segurança.

Espaço aberto


Para quem passava pouco tempo em casa, locais pequenos eram uma ótima pedida: fáceis de limpar, compactos e ideais para as necessidades da família ou morador. No entanto, passar vários dias “preso” dentro do mesmo espaço fez com que muita gente desejasse ambientes maiores, mais amplos e com luminosidade natural.

O espaço ao ar livre, mesmo que de um quintal pequeno, se tornou uma referência de luxo e conforto. Poder contar, ainda, com área de lazer completa, brinquedos e/ou piscina só reforça essa nova conotação de opulência.

Varanda ampla


Há pessoas que não abrem mão da segurança dos condomínios e, por isso, preferem os apartamentos às casas. Para esse perfil de morador, as construtoras oferecem condomínios com o chamado lazer completo, que inclui academia, brinquedoteca, piscina e playground. No entanto, a necessidade de isolamento social fez com que esses espaços ficassem fechados boa parte do ano, a fim de evitar aglomerações e contaminações.

A varanda passou a ser um dos destaques das residências, com espaço arejado, geralmente bem iluminado e que permite brincadeiras, exercícios e um respiro no cotidiano.

Saúde em foco


Nosso organismo tem a necessidade de tomar banhos de sol constantes para poder sintetizar a vitamina D e, dessa forma, prevenir, dentre vários males, a osteoporose. A demanda por vitamina D ocorre em todas as fases da vida – do nascimento à velhice. Em muitas casas, a incidência solar é praticamente nula, causando preocupação na comunidade médica.

A necessidade de sol também é importante para a saúde mental das pessoas. É justamente por isso que mais pessoas passaram a buscar uma nova residência em 2020. Um quintal, por menor que seja, permite que a pessoa se estique um pouco ao sol durante a manhã ou mesmo ao longo do expediente de home office.

Mesmo existindo a possibilidade de se comprar suplemento de vitamina D, a versão sintética não é tão boa para a saúde quanto a original, vinda diretamente dos raios solares.

Proprietário ou locatário?


Embora muita gente esteja procurando uma casa ou apartamento maior, isso não significa necessariamente que estejam pensando em comprar o imóvel propriamente. Há aqueles que apostam no aluguel, especialmente de temporada, como uma forma segura de mudar de ares sem comprometer demais a renda.

Por conta da instabilidade econômica e do medo do desemprego, a maioria das pessoas tem buscado alugar casas, chácaras e apartamentos no interior ou litoral. Algumas plataformas permitem negociar diretamente com o proprietário, podendo dividir o valor do aluguel com um determinado número de pessoas. É uma opção para quem quer reunir a família e ainda desfrutar de ar livre e espaço para trabalhar, descansar ou apenas espairecer um pouco.

As famílias com crianças são as que mais se beneficiam do ambiente ao ar livre, uma vez que a turminha pode gastar energia voltando a brincar – mesmo que dentro de uma nova realidade.
Postagem Anterior Próxima Postagem