Cadeira ergonômica - Perfeita para estudar

Conheça os benefícios desse tipo de cadeira para lá de confortável

Quem passa horas sentado sabe muito bem o quanto uma cadeira confortável faz diferença. Nesse sentido, os chamados modelos ergonômicos são os mais indicados tanto para quem estuda quanto para quem trabalha.

Cadeira ergonômica

Para além da resistência e durabilidade, uma cadeira ergonômica proporciona vários benefícios, principalmente no que diz respeito à postura e redução do cansaço e do estresse próprios do nosso dia a dia.

Hoje você vai conhecer um pouco mais sobre esse modelo de cadeira que deixou de ser exclusividade dos escritórios para tornar-se um móvel comum nas nossas casas.

Um pouco sobre ergonomia


Antes de falar sobre as cadeiras ergonômicas, é preciso entender melhor o conceito de ergonomia. Trata-se da relação entre as condições de trabalho e o trabalhador. No Brasil, a Norma Reguladora 17 (NR 17) detalha as condições para que o ambiente de trabalho seja considerado ergonômico.

17.3.2 Para trabalho manual sentado ou que tenha de ser feito em pé, as bancadas, mesas, escrivaninhas e os painéis devem proporcionar ao trabalhador condições de boa postura, visualização e operação.

Para tanto são necessários alguns requisitos no mobiliário no que tange altura, dimensões e movimentação adequada para o trabalhador. Esses conceitos podem ser facilmente aplicáveis a móveis como cadeiras e mesas usadas em escritórios, seja dentro de uma empresa ou de sua própria casa.

Quando você adquire um móvel com características ergonômicas, você acaba se beneficiando por saber que ele atenderá a requisitos mínimos que garantam a sua boa postura e conforto - mesmo que você precise ficar numa mesma posição por muito tempo.

Benefícios da cadeira ergonômica


É nesse sentido que ter uma cadeira ergonômica dentro de casa é algo tão importante, principalmente para quem precisa estudar ou ainda trabalhar em regime de home office - tendo em vista que o conforto é a sua principal característica.

Ao usar um móvel ergonômico, você acaba reduzindo a pressão sobre os quadris e o pescoço, além de evitar o aparecimento de lesões, inflamações e dores (nos cotovelos, mãos, ombros e, principalmente, coluna) que, em sua maioria, são decorrentes da má postura.

Para quem tem problemas como tendinite, lombalgia, escoliose e dores na cervical, por exemplo, e precisa trabalhar sentado por várias horas seguidas, é imprescindível que os móveis sejam minimamente ergonômicos. Ao mesmo tempo, tal critério é necessário para inibir o aparecimento desse tipo de problema.

O incentivo à postura correta é outra característica desse tipo de móvel, já que ele acaba posicionando seu corpo de modo que sua coluna fique apoiada e seus pés consigam tocar no chão formando um ângulo de 90º.

A cadeira ergonômica tem também como benefício a possibilidade de ser ajustada de acordo com a altura de quem vai se sentar, ou seja, é adaptável segundo as necessidades de cada pessoa.

Como você estará devidamente posicionado, a chance de sentir algum desconforto físico é bem menor e, consequentemente, as chances de conseguir manter a concentração na sua tarefa ou no seu estudo são muito maiores.

Sentar-se de modo confortável tem ainda a vantagem de fazer com que você consiga realizar suas atividades mais relaxado e com menos tensão sobre o próprio corpo. Sentindo-se bem fica muito mais fácil trabalhar ou estudar, ou seja, utilizar uma cadeira ergonômica ajuda a aumentar também a sua produtividade.

Agora que você já conhece os principais benefícios de ter uma cadeira ergonômica, fica mais fácil escolher o modelo ideal para sua casa. Lembre-se também de observar a regulagem (quanto que a cadeira sobe e desce), os braços, o encosto de costas e cabeça - detalhes que farão toda a diferença para o seu maior conforto.
Postagem Anterior Próxima Postagem