Saiba tudo sobre a faculdade de medicina

A Medicina continua sendo um dos cursos mais buscados por alunos. Além disso, o reconhecimento da profissão é muito grande, em todo mundo.

Faculdade de medicina

De fato, durante a pandemia do Coronavírus, nunca a área de Saúde esteve tão em alta e é absolutamente essencial. Mas como é a faculdade de medicina? Quais são as disciplinas estudadas? E depois que a faculdade termina, como é o campo de trabalho para o recém-formado? É sobre isso que falaremos, confira!

Como é a faculdade de medicina?


A faculdade de medicina é focada no estudo do corpo humano e nas diferentes áreas envolvidas para o tratamento de pacientes. São 6 anos de estudo, com comprometimento integral do aluno em um curso presencial. No Brasil, é o curso de graduação com maior tempo de graduação. A formação é sólida e a dedicação do aluno é muito importante. Assim, o aluno entrará em contato, desde o início, com disciplinas importantes para sua formação.

Nos primeiros anos, as disciplinas focam no desenvolvimento fisiológico e nas doenças. Assim, o aluno se dedica ao estudo de disciplinas como Anatomia, Fisiologia, Histologia, na qual estuda os tecidos, por exemplo.

Esse é o chamado ciclo básico do curso de medicina, sendo necessário para que o aluno prossiga no curso. Em geral, são disciplinas teóricas que constituem a base para o aluno ter pensamento clínico no futuro. 

À medida que o aluno avança, começam as disciplinas clínicas. Desde cedo no curso, o aluno já entra em contato com pacientes, sendo sempre supervisionado pelos professores. Com a evolução do curso, o aluno passará por diversas disciplinas, tais como Endocrinologia, Psiquiatria, Ginecologia e Infectologia, por exemplo, justamente para ver como é cada especialidade.

Isso é importante pois quando a faculdade de medicina termina, o aluno poderá escolher uma dessas áreas clínicas para seguir na residência médica. De fato, os últimos anos da faculdade de medicina são mais focados no atendimento dos pacientes, com esse atendimento sendo supervisionado por professores. Essa parte do curso é muito importante, para que o aluno ganhe segurança para a vida profissional adiante.

O que acontece depois que o aluno se forma?


Depois que o aluno se forma em medicina, ele está autorizado a atender pacientes, nas mais variadas áreas ou locais, como clínico geral. Muitos alunos, depois que se formam, preferem ficar um tempo atendendo em diversos locais, para ganhar mais experiência na decisão de qual área pretende seguir. São 53 áreas de especialização a escolha do profissional, de acordo com o Conselho Federal de Medicina. Ou seja, há muita opção de qual rumo tomar na carreira profissional.

Quando o aluno escolhe a área que pretende seguir, é necessário que ele faça uma residência médica naquela área, para se tornar especialista. Portanto, ginecologistas, oncologistas, pneumologistas e cardiologistas, por exemplo, fizeram residência em suas respectivas áreas.

Dependendo da residência que o profissional deseja, há bastante concorrência. Portanto, a boa formação do médico, na sua graduação, é essencial, para que ele consiga também passar no processo seletivo da residência médica que escolheu. Depois de aceito, as residências variam em termos de tempo e carga horária.

A residência é uma atividade remunerada e geralmente as vagas são em número bem menor do que os candidatos. Portanto, conforme já dito, as provas de seleção costumam ser bem difíceis. Só para se ter uma ideia, em 2015, havia pouco mais de 6 mil vagas de residência abertas no país. Mas o número total de médicos formados no mesmo ano era de 16 mil.

Assim, a escolha de um bom curso de graduação faz toda a diferença, já que o candidato à residência médica vai enfrentar um processo de seleção duríssimo quando a faculdade terminar, caso queira seguir uma especialidade.

Campo de atuação


O médico recém-formado pode atuar em diversos locais. Além do atendimento a pacientes particulares no consultório, ele também pode atuar em unidades básicas de saúde, por meio de concurso público, com o atendimento primário de pacientes.

Pode também, atuar em plantões de hospitais. Quando o médico atua como especialista, seu salário costuma subir e ele pode fazer plantões dentro daquela especialidade em diversos hospitais. De fato, a renda de um médico no país, com alguns anos de experiência, é considerada excelente, sendo uma das profissões com maior retorno financeiro no Brasil.

Conclusão


A faculdade de medicina é uma excelente opção para quem deseja atuar no cuidado e prevenção de problemas de saúde. O curso forma um médico generalista, que já pode atuar cuidando de pacientes.

Mas, caso o profissional deseje, pode se dedicar a uma residência médica, que é uma atividade remunerada. O campo de atuação do médico no país é bastante vasto e há muitas opções de especialidades e residências médicas para ele escolher. Mas, vale lembrar que os processos seletivos para as residências médicas são duríssimos, por isso, é importante que a formação do médico no seu curso de graduação seja de excelência. 
Postagem Anterior Próxima Postagem