Integração e ares de loft tornam o apartamento perfeito para receber

Reformado por completo, o imóvel conta com uma área social generosa em que varanda gourmet, living, sala de jantar e cozinha formam um único e generoso espaço repleto de conforto e modernidade


Projeto realizado pela arquiteta Andrea Camillo une sala de estar, de jantar, cozinha e área gourmet em um living amplo e integrado, sem dar espaço para a frieza | Foto: JP Image

Com o passar dos anos, as moradias e os hábitos vão se modificando, como dita o processo natural da vida. Passamos por grandes marcos e acontecimentos que, muitas vezes, são responsáveis por ditar como o nosso dia a dia será a partir de agora, principalmente quando nos referimos a arquitetura e interiores. 

A pandemia, por exemplo, foi um grande divisor de águas que transformou o modo como nos relacionamos, habitamos ou encaramos o mundo e, mesmo agora que ela perdeu força, ainda conseguimos sentir as suas consequências. Uma delas foi o aumento das confraternizações em casa: passamos a ficar mais tempo reclusos e consequentemente, ampliou-se o desejo de receber e confraternizar, em casa, em locais aconchegantes e integrados. 

Com 150 m², esse apartamento moderno, onde a arquiteta Andrea Camillo reformou para viver com o marido e um bebê que está a caminho, mostra como trabalhar um living integrado, proporcionando muito conforto e fluidez. A começar pela obra, que uniu living, sala de jantar, home theater, cozinha e varanda gourmet, alguns mecanismos foram adotados.


Detalhes como a paleta de cores neutra, combinada aos tons amadeirados, proporcionaram linearidade e aconchego para a planta integrada. No piso, o porcelanato com efeito cimento da Roca, sofá em ‘L’ da Cremme, mesa de centro da Sierra Gabriel Móveis e iluminação da Yamamura | Foto: JP Image

Garantir as modificações e as obras necessárias, depois de planejado o visual final, é o primeiro passo para a transformação de uma planta integrada. Em relação ao layout, nesse caso, foi bastante modificado. “Com a proposta de integrar, ao máximo, os ambientes, retiramos a porta de correr que separava o living do terraço e derrubamos um quarto que se encontrava nesse local, fazendo a escolha de transformar tudo em um espaço de convivência repleto de luz natural”, afirma Andrea. 

No projeto, o piso também foi nivelado – outro recurso que colabora para uma integração fluida, assim como a utilização da mesma paleta de cores e estilo de mobiliário. Outro ponto é que, mesmo em plantas com os ambientes conectados, ainda é necessário delimitar espaços para garantir a funcionalidade do ambiente. 

O segredo aqui é criar limites, de forma sutil, com móveis, tapetes e acessórios, pensando em suas devidas posições e não necessariamente na aparência. Para que a fluidez seja criada, os objetos precisam ser complementares entre si. No projeto, a arquiteta delimitou espaços justamente com o mobiliário e algumas escolhas de decoração. 

Para receber

Sabemos que quando falamos em integração, principalmente da cozinha, a recepção das visitas é uma das principais propostas. Refeições tem o poder de reunir, cria momentos e conduz confraternizações dentro das residências. No projeto em questão, não apenas a cozinha foi integrada com essa finalidade, como também o espaço gourmet com a churrasqueira. 

Pontuada como o coração do apartamento, a cozinha ganhou materiais lindos e práticos, voltando-se totalmente para a área social. Como os moradores adoram receber, o espaço se tornou o ponto principal das interações sociais no apartamento, com uma triangulação entre torre quente, área molhada e área de cozimento, que trouxe ainda funcionalidade ao ambiente. O seu visual clean foi responsável por adicionar a sensação de aconchego, tornando as confraternizações ainda mais gostosas. 


A harmoniosa composição entre o quartzo das bancadas, a marcenaria delicada (execução da SCA JD Europa) e o backsplash de porcelanato e com efeito ripado, trouxe elegância e personalidade ao espaço, sem abrir mão da paleta leve de cores que está presente em todo o living | Foto: JP Image

Em outro ângulo, o espaço gourmet foi planejado como mais uma opção para a confraternização. Ele conta com churrasqueira, bancada de apoio para bebidas e comidas, além de banquetas estofadas que podem acomodar os convidados com muito conforto. 
Na área gourmet pertinho da janela, as plantas carregam frescor e vivacidade ao espaço, enquanto a mistura de madeira e serralheria resultou em uma combinação que contribuiu para a estética moderna e industrial que permeia todo o projeto. Bancada da Marmoraria Poli Mármore, banquetas altas de Fernando Jaeger Design e Móveis da SCA Jardim Europa | Foto: JP Image

Como integrar com conforto e fluidez 

Depois da obra, podemos começar a pensar em meios para tornar o ambiente acolhedor e natural – nesse caso, os objetos escolhidos fazem toda a diferença. No apartamento em questão, um generoso tapete foi selecionado pela especialista para aquecer o espaço.  

Sem contar os elementos decorativos, que são parte fundamental do design de interiores, e se revelam o toque final dentro do propósito de reforçar as premissas de personalidade e estilo para o ambiente. “Na sala de jantar, optamos por um pendente minimalista, que inclusive ajuda a demarcar o espaço dedicado às refeições e mantém ainda a suavidade por meio dos materiais e do centro de mesa”, afirma Andrea Camillo.


A mesa de jantar, com centro de mesa da Liliwood Design e pendente da Yamamura, acompanha a ideia de aconchego espontaneidade por meio da marcenaria clara que também se faz presente também no painel de televisão| Foto: JP Image

Entre as adaptações empreendidas nos espaços para receber, sofás ilhas, como o especificado pela arquiteta, é um mobiliário estratégico, uma vez que setorizam os espaços, sem atrapalhar a circulação – sem contar que, muitas vezes, oferecem a possibilidade de direcionar o assento em diferentes ângulos e situações.


Com uma estética moderna e leve, no home theater a arquiteta Andrea Camillo instalou a TV em um extenso painel de madeira (SCA Jardim Europa) que percorre toda a parede até a janela. Com sua tonalidade neutra, nota-se uma confluência com o estofado claro do sofá ilha. No complemento, a dupla de fotos de Leo Marino, apoiadas no rack suspenso, poltrona e pufe laranja da Brentwood. | Foto: JP Image
·        
Paleta de cores

Até mesmo as cores e texturas são capazes de passar uma mensagem na arquitetura de interiores. “Mantivemos uma paleta clara e neutra, mescladas com alguns pontos de cor no décor, para ofertar vivacidade aos espaços”, fala Andrea. Ela se manteve nos revestimentos e estofados da área social do apartamento, ganhando uma aparência agradável que percorre os espaços, com sutileza e dinamismo. É possível circular livremente e oferecer mais liberdade também às visitas, em uma leitura contemporânea do conviver. · 
       
Texturas

As texturas do mobiliário e dos itens de decoração também são capazes de tornar o ambiente mais acolhedor. Elas estão presentes nos móveis, tapetes, peças decorativas e até mesmo nas paredes, entre outras superfícies. “Para passar a sensação de bem-estar, sempre indico investir em tecidos como o algodão ou a lã. E pensando na sofisticação, fica bem interessante escolher materiais compostos por fibras naturais ou chenile, entre outras possibilidades”, complementa.


No living, integrado com a área gourmet, um grande tapete da Fanucchi, aquece e delimita os espaços. | Foto: JP Image


 Iluminação

Outro ponto importante e decisivo na hora de planejar um living integrado, o projeto luminotécnico atua tanto na setorização dos ambientes, como para o conforto, obtido por meio da realização de uma estrutura de foco baseada na proposta desejada. Uma luz mais suave torna o ambiente mais intimista, enquanto uma estrutura focal assegura melhor visibilidade, por exemplo. Além disso, apostar uma iluminação mais direcionada pode destacar e conceber um décor sublime no ambiente. Mesmo assim, há áreas em que uma iluminação de qualidade é necessária, como na cozinha – principalmente no espaço de trabalho, é valioso considerar em uma luz direta como estratégia de evitar acidentes durante a execução das receitas.


Nessa cozinha, um perfil de led linear foi adotado como iluminação central. Já na ilha, os spots embutidos emitem uma luz direcionada para a bancada. Além disso, Andrea Camillo fechou o ambiente com luz cenário por meio da fita de led na serralheria junto ao frontão da pia| Foto: JP Image

Lavabo 


Com estética moderna e industrial trazida pela aparência do cimento queimado, a bancada foi esculpida em mármore Carrara. | Foto: JP Image

Quarto de hóspedes 

Assumindo a função de home office do casal como quarto de hóspedes, a arquiteta projetou uma bancada de trabalho ampla, armário com prateleiras e um gaveteiro| Foto: JP Image·        

Quarto do casal


O décor evidencia uma paleta em cinza para transmitir um clima de tranquilidade. A cabeceira em tecido com espuma torna o ambiente mais confortável, enquanto os pendentes minimalistas arrematam a essência contemporânea | Foto: JP Image

Sobre Andrea Camillo Arquitetura 

Formada em Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo e com especialização em Sustentabilidade pela Polytechnic University of Catalonia, Andrea Camillo construiu sua carreira junto com sua história familiar, iniciando-se no mundo do trabalho em uma parceria cheia de complementaridades com o trabalho de seu pai, na construtora Piave. Acompanhando obras desde o início, logo ganhou conhecimento e autonomia para construir seu próprio caminho na arquitetura. Adicionou, assim, ao conhecimento das obras de construção civil um profundo mergulho em projetos de reformas e interiores, tanto para clientes residenciais quanto comerciais, encontrando sua assinatura pessoal. Focada no atendimento durante e pós-obra, gosta da relação de confiança que constrói com seus clientes. Com extremo cuidado nos detalhes, afina seu olhar estético e funcional na escolha de materiais, cores e texturas, a fim de viabilizar conceitos claros em projetos sustentáveis – tanto para o meio ambiente quanto para o orçamento de cada projeto.  

www.andreacamillo.com.br 
@andreacamillo_arq 
(11) 99937-1019 

Por: Beatriz Russo
Integração e ares de loft tornam o apartamento perfeito para receber