Por que a vitamina D é importante na terceira idade?

A vitamina D fortalece os ossos, músculos e o sistema imunológico

Apesar das inúmeras recomendações, muitos de nós não têm uma dieta equilibrada. No entanto, comer de forma saudável traz muitos benefícios para a saúde, especialmente para a saúde dos idosos, cujo organismo vai perdendo a capacidade de absorver os nutrientes. Entre esses nutrientes, as vitaminas desempenham um papel indispensável, e são encontradas especialmente em frutas, legumes e cereais.

Uma delas é a vitamina D, que tem muitos benefícios: fortalece os ossos, músculos e o sistema imunológico, para citar apenas alguns. No entanto, os idosos produzem muito pouco dela e são muitas vezes deficientes. Leia a seguir sobre os benefícios da vitamina D e a maneira certa de obtê-la:

Vitamina D: o que faz no corpo?

Muitos se questionam para que serve a vitamina D, pois ela é sempre lembrada quando falamos em prevenir quedas em idosos ou evitar fraturas. Ela tem um papel muito importante nesse quesito, permitindo que o cálcio se ligue aos ossos. Se houver uma deficiência de vitamina D, o cálcio que supostamente protege e fortalece os ossos não se liga, e os ossos se tornam quebradiços, levando a quedas mais frequentes.

A vitamina D não é apenas uma garantia de ossos fortes depois dos 60 anos, é também uma garantia de músculos fortes. A vitamina D ajuda a alimentar os músculos, o que, por sua vez, ajuda a mantê-los fortes e flexíveis e a evitar a perda da capacidade de se locomover por tanto tempo quanto possível. Como você pode perceber, a vitamina D é crucial para manter seu corpo em forma.

Além disso, essa vitamina é reconhecida por fortalecer o sistema imunológico. Acredita-se que ela ajuda a combater infecções respiratórias, que afetam muitas pessoas mais velhas, às vezes resultando em morte. Um estudo da Universidade do Colorado, nos Estados Unidos, investigou a relação entre a vitamina D e as infecções respiratórias. Um grupo de idosos foi suplementado com vitamina D, enquanto outro grupo não recebeu esta. No grupo que recebeu altas doses de vitamina D, o risco de incidentes respiratórios agudos foi reduzido significativamente.

Por fim, a falta de vitamina D ocorre mais frequentemente no inverno, uma vez que ela é fornecida em parte pelos raios UV. No verão, meia hora ao sol por dia pode ser suficiente para repor a vitamina D. Já no inverno são necessárias de uma a duas horas por dia.

Como você obtém vitamina D suficiente?

A alimentação é um fator-chave para manter uma boa saúde. Ter uma dieta equilibrada e variada fornece ao seu corpo muitas vitaminas e nutrientes essenciais. A vitamina D é encontrada principalmente em proteínas como peixes oleosos – como salmão e sardinha – e gemas de ovos. A vitamina D é sintetizada em nosso corpo por meio da ação de raios solares, portanto é necessário tomar sol pelo menos uma vez por dia.

Como somente a dieta não é suficiente para atingir níveis adequados de vitamina D nem todas as pessoas conseguem tomar a quantidade de sol suficiente, há outras maneiras de obter sua dose diária de vitamina D; tomar um suplemento de vitamina D, por exemplo, é uma maneira simples e benéfica de evitar a deficiência na maioria das pessoas.

É importante saber que a vitamina D na dosagem errada pode ter efeitos nocivos. Se você quer compensar uma possível deficiência, deve primeiro falar com o seu médico. Ele pode prescrever cápsulas ou ampolas de vitamina D com base no seu estado de saúde, para evitar qualquer contraindicação.

A vitamina D traz inúmeros benefícios para os idosos, como o fortalecimento de ossos e músculos e do sistema imunológico. Tenha a certeza de incorporar a vitamina D na sua dieta, assim como tomar um pouco de sol todos os dias.

Por que a vitamina D é importante na terceira idade