Prolongue a vida útil dos seus equipamentos, saiba como escolher os melhores produtos

Um grande desafio de qualquer pessoa que trabalha na área da indústria, é escolher um bom equipamento para se trabalhar. Sabemos que a qualidade de alguns produtos está diretamente ligada à qualidade dos equipamentos usados.

E hoje isso é mais verdade do que nunca, já que muitos processos são automatizados. E a partir daí alguns problemas se criam, e precisam ser resolvidos.

Comprar equipamento para sua indústria pode não ser algo fácil, principalmente se você não for alguém muito experiente no ramo. Geralmente acaba-se errando muito antes de acertar, isso porque existem erros amadores bem comuns.

Mas qualquer um desse ramo deve admitir que esse assunto é realmente complicado, afinal, comprar ferramentas pode ser um processo de muitas dúvidas.

Primeiro porque os equipamentos são caros, segundo porque eles podem precisar de manutenção ou até de uma possível troca, e como saber qual é o melhor? Quais são os pontos que devem ser levados em consideração?

E é exatamente por isso que estamos aqui hoje. Com tantas coisas para levar em consideração, nada melhor do que uma ajuda para tomar a decisão de como investir em equipamento.

Então hoje vamos dar algumas dicas da melhor forma para se fazer isso, levando em consideração preço, vida útil e qualidade no trabalho prestado.

Nunca vá pelo mais barato

Essa dica é básica, mas às vezes o básico precisa ser repetido até entrar na mente das pessoas. Sabemos que muitas vezes as pessoas não escolhem o mais barato para o mal, elas só querem ter uma economia no caro mundo empresarial, mas isso definitivamente não é uma boa ideia. 

Existem muitas coisas que podem dar errado quando se compra algo mais barato, e a primeira delas é o desgaste acelerado. Você quer que o equipamento que você comprou, que mesmo sendo o mais barato ainda assim é um valor alto, dure. 

E o problema é que quando você compra ao mais barato ele vai desgastar mais, exigir mais manutenção e eventualmente estragar mais rápido, fazendo com que você necessite trocá-lo cedo.

É só você colocar na ponta do lápis, se o equipamento A custa R$1.000 mas vai durar 10 anos, e o equipamento B custa R$600, mas vai durar 5 anos, em 10 anos você vai ter gasto mais tendo que trocar o equipamento B mais de uma vez.

Mas mais do que isso, o equipamento mais barato pode acabar causando problemas na qualidade final do seu produto. 

Sabemos que alguns processos industriais são bem complexos, e não podem ser feitos por ferramentas ruins, principalmente no que diz respeito à usinagem.

Pegue o processo de chapa perfurada por exemplo, se mal feito pode fazer com que a peça que ele está fazendo fique inutilizável, o que significa desperdício de insumos. 

Nunca vá direto no mais caro

A dica anterior não é um sinal para você ir lá e comprar o que tem de mais caro no mercado. Nem sempre o que é mais caro vai significar mais qualidade. 

Existem empresas que encarecem os preços com mais promessas de qualidade do que realmente podem entregar. Por isso o mais importante é prezar pela qualidade final.

Antes de comprar, pesquise bem a marca, veja o que pessoas que já compraram têm a dizer. Sempre olhe as avaliações antes de tomar a sua decisão final. 

Assim você vai perceber que no fim, você vai encontrar uma empresa que não têm os preços nem tão altos e nem tão baixos, sendo apenas justos e conseguindo entregar um bom produto final. 

Faça um bom planejamento de compras

Agora que você já sabe o que deve levar em consideração na hora de comprar, é hora de planejar a sua compra. O que exatamente a sua empresa precisa? Você deve saber exatamente quais equipamentos para depois levar outras coisas em consideração.

Com a sua lista de compras em mãos, você deve entender quais as marcas produzem os melhores equipamentos, isso é importante porque nem sempre uma marca que produz a melhor ferramenta A produz a melhor ferramenta B, e talvez você deva alternar.

Você também deve fazer exatamente a mesma comparação com as lojas onde você comprou esse equipamento, de repente parte do equipamento vai ter o melhor custo benefício em um lugar, mas outra parte vai ter em outro.

E dessa forma você deve entender de acordo com o preço, possíveis promoções e acordos, se vale a pena você pegar separado, ou pegar tudo no mesmo lugar.

Em resumo, quando você se planeja bem sobre o que você quer e precisa comprar, escolher o material e também o fornecedor fica mais fácil.

Assim você faz tudo sem exageros, sem cair no erro de comprar o mais barato, e nem caindo na ilusão de que o mais caro vai ser sempre o melhor. Com o equilíbrio perfeito de quem se organizou bem antes de ir às compras.

Prolongue a vida útil dos seus equipamentos