Que vantagens oferece a automação residencial?

Os sistemas de automação residencial estão se tornando mais comuns e oferecem inúmeros benefícios, que vão desde a economia de energia até à acessibilidade,

A automação residencial tem tido um crescimento muito elevado em todo o mundo e as previsões são de que cresça 300% nos próximos anos, segundo estimativas do setor.

Mas o que exatamente entendemos quando falamos de automação residencial? Quais são os benefícios para os usuários domésticos? E acima de tudo, realmente vale a pena investir em um sistema de automação residencial?

A automação residencial é o conjunto de tecnologias aplicadas ao controle e automação inteligente de residências.

Nos últimos anos, o setor de automação residencial cresceu muito e hoje está presente em quase 40% das residências existentes e 60% das novas residências em muitos países. No entanto, nem todas as instalações que permitem automatizar a casa são iguais ou oferecem o mesmo nível de funcionalidade.

Tipo de instalações de automação residencial

Uma instalação de automação residencial é composta por três elementos: sensores, que recolhem informações sobre o ambiente ou a casa; a central de automação residencial, que processa informação e instruções ou programação do usuário; e os atuadores, que realizam as ações solicitadas pela central de automação residencial de acordo com as instruções ou programação do usuário.

A comunicação entre esses três elementos pode ser feita via cabos ou sistemas sem fio. Ao mesmo tempo, esses componentes podem ter vários níveis de integração na propriedade.

Isso define os três principais tipos de instalações de automação residencial existentes:

Dispositivos conectados: apenas dispositivos inteligentes, que podem ser conectados à Internet e controlados com aplicativos móveis ou ao mesmo tempo por voz, usando assistentes virtuais como Alexa, Siri ou Google Assistant. É o nível mais básico de automação residencial, mas a maioria das residências modernas estão presentes e são o nível de entrada para essa tecnologia que abre caminho para soluções mais complexas.

Kits de automação residencial: consistem em uma combinação de sensores e atuadores de automação residencial, juntamente com uma central de controle, que permitem a incorporação da automação residencial em uma residência sem grandes investimentos em modificações nas instalações elétricas ou de comunicações.

Eles geralmente incluem sensores de portas e janelas, termostatos, luzes reguláveis, plugues inteligentes, controles para motores das persianas e muitos outros.

Sistemas de automação residencial integrados: neste último caso, tanto a central de automação como os sensores e atuadores estão totalmente incorporados nas instalações da casa. Isto permite atingir um nível de funcionalidades mais avançadas do que nos casos anteriores: sensores de presença e proximidade, detectores de fumo, incêndio e água, sensores de temperatura e iluminação, fecho centralizado de portas e janelas, etc. Este tipo de sistemas integrados geralmente são encontrados apenas em casas novas ou reformadas.

Vantagens dos sistemas de automação residencial nas casas

A principal vantagem de automatizar as residências é a economia de energia, que pode chegar a uma redução de até 30% na conta de luz. Isto deve-se, em primeiro lugar, ao facto de os sistemas de automação incorporarem temporizadores, programadores e termostatos que permitem programar o acendimento e desligamento de luzes e eletrodomésticos nas horas em que o preço da energia é mais econômico, e com uma utilização mais racional de aquecimento e do ar condicionado.

Em combinação com persianas e janelas motorizadas, é ainda possível aproveitar as diferenças de temperatura com o exterior para climatizar a casa de forma natural.

Além disso, a maioria desses sistemas no lar, monitora o consumo de diferentes dispositivos para detectar ineficiências e promover hábitos que melhorem a sustentabilidade.

Por outro lado, os sistemas de automação residencial aumentam o controle e a segurança nas residências. Por exemplo, eles podem ser integrados a sistemas de alarme para detectar intrusões ou alertar o usuário em caso de vazamento de água ou gás, incêndio ou qualquer outro incidente.

Se o sistema possuir câmeras de videovigilância, é ainda possível visualizar as diferentes áreas da casa a partir de um computador ou dispositivo móvel, bem como configurar sensores de presença e proximidade que alertam em caso de alguma atividade suspeita ocorrendo na propriedade.

Além disso, as casas automatizadas oferecem maior conforto e acessibilidade para todos os membros da casa, principalmente idosos ou pessoas com deficiência.

A capacidade de controlar eletrodomésticos remotamente, ver quem está batendo na porta ou monitorar o quarto do bebê pela TV ou celular, programar eletrodomésticos e outros dispositivos, economiza tempo e esforço.

O resultado é uma casa mais confortável, segura e amigável para todos os seus habitantes. Os sistemas de teleassistência podem até ser integrados para notificar familiares ou serviços de saúde no caso de um idoso sofrer uma queda ou qualquer outro acidente enquanto estiver sozinho em casa.

Por fim, um investimento nessa tecnologia pode ajudar a revalorizar uma casa, aumentando seu valor de mercado e tornando-a mais atrativa para potenciais compradores no futuro.

Que vantagens oferece a automação residencial?