Seguro viagem para viagens nacionais vale a pena?

Estamos na alta temporada de viagens no Brasil, época em que muitos costumam pegar férias e viajar. O que é incrível, já que é um momento de descanso, descontração e felicidade.

E para que nada atrapalhe uma viagem que tem tudo para ser incrível, nada melhor do que contratar um seguro de viagem, não é mesmo? Ao contratá-lo, as pessoas têm total segurança durante o período em que estiver fora.

É claro que os tipos de cobertura mudam conforme as necessidades de cada cliente, contudo, em geral, eles podem se sentir mais protegidos caso algo aconteça no local, evitando que alguns problemas estraguem toda a viagem.

Quando pensamos em viagens para o exterior, grande parte dos turistas já têm noção da importância dos seguros e em alguns lugares, a contratação deles é até mesmo obrigatória.

Contudo, para viagens nacionais, será que os seguros realmente valem a pena? Alguns acham que sim, outros acreditam que é uma perda de tempo e, principalmente, de dinheiro.

Afinal, eles são mais próximos de casa e caso algo aconteça, basta esperar a volta para resolver a situação ou voltar para a sua cidade natal antes do previsto. De qual lado você está?

Ainda há aquelas pessoas que estão no meio termo. Embora saibam da importância dos seguros, elas querem saber se realmente valem a pena e quais os tipos de coberturas desses planos para decidir se vão contratá-los ou não.

Se você se identificou mais com esse último perfil, este conteúdo é o que você precisa. Vamos abordar como os seguros de viagens funcionam, quais os tipos de coberturas e muito mais.

A intenção é trazer o máximo de informações sobre o tema para que você mesmo decida se esses planos valem ou não a pena. Vamos lá!

Seguro para viagens nacionais: tudo que você precisa saber

O seguro viagem nacional funciona como todos os outros disponíveis no mercado, assim como o internacional. Basicamente, é um serviço de assistência que tem como principal objetivo cobrir gastos imprevistos do viajante durante uma viagem por dentro do país.

Quais tipos de imprevistos? Essa é a grande dúvida da maioria das pessoas sobre este tema. É claro que isso depende de qual for a cobertura contratada por cada cliente. 

É possível contratar uma cobertura apenas para questões relacionadas à saúde, por exemplo – como consultas médicas, acesso a prontos-socorros de hospitais privados e até mesmo atendimentos odontológicos. 

Tudo isso pode parecer sem sentido, afinal, quem quer ir ao médico durante as viagens? Porém, imprevistos podem acontecer a qualquer momento! Confira alguns exemplos de coberturas dos seguros viagens.

Coberturas do seguro para viagens

Imagine que comeu um prato típico da região que não bateu bem no estômago e pegou uma infecção alimentar.

Com o seguro, você pode ir a um médico, tomar a medicação e melhorar o quanto antes para continuar curtindo a viagem. Quando está viajando em família, com crianças, esse raciocínio deve ser levado ainda mais a sério.

Os pequenos estão mais suscetíveis a alguns problemas durante as viagens, pois, são mais sensíveis. Além de que eles não sabem lidar com algumas condições, não é mesmo?

O pensamento é o mesmo em relação aos dentistas. 

E se você quebrar um dente durante a viagem e isso começar a te incomodar? É muito melhor você ir a um profissional rapidamente e resolver a situação o quanto antes para prosseguir com o passeio. 

Além disso, há coberturas de imprevistos com companhias aéreas, por exemplo.  Quem nunca sentiu um friozinho na barriga quando a mala demorou a aparecer na esteira de bagagens do aeroporto? 

O extravio de bagagens é mais comum do que parece e sempre achamos que nunca vai acontecer conosco. Porém, na realidade, esse é um dos principais riscos durante uma viagem de aeronave.

Os problemas com as companhias aéreas são frequentes! Nos casos de perdas e cancelamentos de voos, extravio de bagagens e outras situações, as seguradoras prestam todo um apoio ao segurado.

O seguro estipula um prazo para as companhias aéreas identificarem e recuperarem a bagagem perdida, por exemplo. Ele toma as medidas necessárias burocráticas para que o imprevisto não atrapalhe a viagem.

Tudo isso pode acontecer tanto em viagens internacionais quanto nacionais. Então, voltamos à pergunta principal deste conteúdo: 

Os seguros de viagens nacionais valem a pena ou não? 

Sim! Afinal, o risco de acontecer imprevistos e precisar de uma assistência em outro país ou no seu próprio país são parecidos. Para viagens mais seguras e tranquilas, é sempre importante optar pelos seguros.

Os nacionais são muito mais em conta que os internacionais e funcionam muito bem. Em relação ao custo-benefício, vale sim a pena. No entanto, fica a critério de cada viajante.

Seguro viagem para viagens nacionais vale a pena