Como escolher os móveis da cozinha de sua casa?

Na hora de escolher o imóvel ideal junto à imobiliária, é importante avaliar todos os cômodos da casa. Contudo, é fato que a cozinha é o principal e merece uma atenção especial. Isso porque, além de ser o espaço para cozinhar as refeições do dia a dia, ela também se tornou um ambiente social, onde os moradores recebem seus convidados e podem conversar enquanto preparam bons pratos e petiscos. Justamente por isso, é fundamental analisar suas necessidades e escolher os móveis adequados. Afinal, eles podem ajudar e muito durante o dia a dia, assim como facilitar os preparos e melhorar sua qualidade de vida.

Contudo, sabemos que existem diversas opções disponíveis no mercado, o que pode dificultar a escolha dos móveis. Então, para te ajudar, preparamos o post de hoje com várias dicas. Vamos lá?

1. Analise o espaço

Um dos principais pontos é analisar o espaço disponível em sua cozinha para então escolher os móveis. Isso porque, muitos acabam comprando sem antes tirar as medidas, fazendo com que o ambiente fique muito pequeno ou desproporcional. Sendo assim, procure medir o tamanho de sua cozinha e até mesmo fazer uma planta baixa simples. Assim, quando for escolher os móveis, poderá levar as medidas para entender se eles irão se adequar ao local, evitando transtornos e dores de cabeça com trocas e devoluções.

2. Pense no design

Não podemos deixar de lembrar que a beleza é essencial para tornar o ambiente aconchegante e agradável, influenciando (mesmo que indiretamente) sua qualidade de vida. Portanto, ao comprar os móveis da cozinha, avalie o design do produto, escolhendo peças bonitas, adequadas ao estilo do ambiente, bem cuidadas e que conversem com todo o projeto de decoração. Ou seja, se tiver uma cozinha moderna, os móveis também deverão seguir essa linha. Isso porque, manter a coerência nos estilos é essencial para evitar criar um ambiente totalmente bagunçado.

3. Considere a funcionalidade

A cozinha precisa ser totalmente funcional, visto que é o cômodo mais utilizado da casa, especialmente devido o preparo das refeições. Portanto, na hora de escolher os móveis, preze sempre pela funcionalidade. Para isso, invista em itens versáteis, dispensando os supérfluos e priorizando o espaço de circulação. Além disso, opte por móveis que sejam fáceis de limpar, planejando também sua disposição para que o dia a dia seja simples. Uma boa dica, portanto, é apostar em um gabinete debaixo da pia e armários suspensos.

4. Avalie a organização

Outro ponto essencial no momento de escolher os móveis da cozinha é considerar a organização, visto que, por ser bastante utilizado, o espaço costuma acumular muitos itens, gerando bagunça e desorganização. Portanto, para evitar o caos, nossa dica é apostar em armários para armazenar corretamente os copos, travessas e louças, incluindo paneleiros para jogos de panela, separar as gavetas, nichos para galheteiros e temperos, etc. Tudo isso com certeza irá ajudar a manter a organização e beleza do ambiente.

5. Cores

É claro que você pode escolher os móveis da cozinha de acordo com seus gostos pessoais e cores favoritas, assim como acessórios e utensílios. No entanto, para que tudo fique harmônico, é importante atentar-se à combinação, dimensões do espaço e iluminação do ambiente. Isso porque, se optar por cores mais escuras ou muito vibrantes em uma cozinha pequena e mal iluminada, a sensação é que ela é ainda menor. Sendo assim, para quem deseja melhorar a amplitude, o ideal é apostar em cores claras nos armários e paredes, deixando os tons mais fortes para detalhes, como cadeiras, utensílios, eletrodomésticos, etc.  

6. Originalidade

Para quem gosta de exclusividade e deseja maior personalização para os móveis da cozinha, o ideal é apostar em itens diferenciados e com design único. Para isso, os móveis planejados são a solução. Ainda que sejam mais caros que os móveis comuns e padronizados, eles possuem excelente durabilidade e serão projetados exatamente da forma que deseja, encaixando-se em todos os centímetros da cozinha. Dessa forma, você não irá precisar quebrar a cabeça para dispor todos os objetos no espaço.

7. Qualidade

Por fim, mas não menos importante, é essencial analisar a qualidade dos móveis, optando sempre por marcas confiáveis e empresas de renome. Isso porque, é melhor pagar um pouco mais caro em itens de qualidade e duráveis, do que comprar qualquer móvel e acabar precisando trocar em um curto período de tempo. Sendo assim, procure saber sobre a matéria-prima do produto, tempo de garantia e priorize sempre materiais resistentes, como madeira e MDF.

Então, com as dicas do post de hoje temos certeza que a escolha de seus móveis será mais simples que o esperado. É fundamental criar um bom planejamento para garantir as escolhas certas e que realmente irão ajudar no dia a dia. Além disso, ter ao seu lado profissionais como arquiteto ou designer de interiores pode ser uma ótima maneira de melhorar seus resultados.

Como escolher os móveis da cozinha de sua casa