Quais foram as empresas que mais cresceram em 2021!

Confira a lista das empresas que mais se valorizaram no mercado financeiro

Com o avanço da vacinação no Brasil, muitas empresas nacionais confirmaram a expectativa de recuperação e cresceram bastante na Bolsa de Valores em 2021.

Depois de um 2020 instável por conta da pandemia, o mercado financeiro voltou a vislumbrar o futuro.

Muitas das empresas também demonstraram preocupação com o bem-estar de seus funcionários, buscando uma vaga no ranking Great Place to Work.

Com o avanço da vacinação e a retomada das atividades econômicas, muitos negócios voltaram a crescer ainda no 1° semestre deste ano. 

10 empresas que mais se valorizaram em 2021

Um levantamento da revista Exame e do portal Valor Investe, listou as 10 empresas que mais valorizaram suas ações no primeiro semestre do ano.

Alguns negócios superaram os 100% de valorização no período, confira quais são eles abaixo:

Braskem (aumento de 152,66%) 

As ações da petroquímica Braskem aumentaram mais de 150% em apenas seis mês, revertendo o prejuízo de 2020. Apenas no primeiro trimestre do ano, a empresa apresentou um balanço com lucro líquido de R$ 2,5 bilhões. 

Banco Inter (aumento de 137,11%)

Se consolidando como uma das principais fintechs do país, as ações do Banco Inter valorizaram 137,11% no primeiro semestre deste ano.

No período, o banco anunciou um follow-on de ações para captar cerca de R$ 5,5 milhões. Também houve rumores de uma possível migração da empresa para listar ações da Nasdaq. 

Embraer (aumento de113,22%) 

A companhia produtora de aeronaves voltou com tudo neste ano, reaquecendo o mercado de vendas com acordos firmados por subsidiárias. No primeiro semestre do ano, as ações da Embraer valorizaram 113,22%. 

Hering (aumento de 100%)

Após a aprovação da fusão com o Grupo Soma, a Hering se tornou uma das maiores empresas do setor de moda no Brasil.

Com a fusão, o Grupo Soma cresceu quatro vezes mais no mercado e junto com a Hering a expectativa é que as empresas alcancem o topo do mercado. 

CVC (aumento de 40,11%)

Mesmo pertencendo a um dos setores mais afetados pela pandemia, a CVC, uma das principais companhias de turismo no Brasil, valorizou 40,11% no primeiro semestre de 2021.

Com a expectativa da volta do turismo, a empresa aprovou um aumento de capital de cerca de meio bilhão de reais. 

CSN (aumento de 39,97%)

A CSN (Companhia Siderúrgica Nacional) se beneficiou pela alta das commodities e valorizou 39,97% em 2021. A empresa anunciou a aquisição da cimenteira Elizabeth por R$ 108 bilhão, além de fazer uma rodada de captação de recursos no mercado financeiro. 

PetroRio (aumento de 38,84%)

As empresas do setor petrolífero se beneficiaram com a alta do petróleo em 2021. Com isso, a PetroRio se valorizou quase 40% no primeiro semestre do ano.

Apesar de relatar prejuízo no primeiro trimestre, a empresa informou um crescimento de produção no período e conseguiu se valorizar no mercado. 

Vale (aumento de 37,99%)

A Vale se beneficiou com a alta dos preços de minério de ferro no mercado internacional. Com isso, a empresa fez uma recompra de ações no valor de R$ 26 bilhões e comunicou o pagamento de proventos a seus acionistas no primeiro semestre do ano. 

Locaweb (aumento de 34,51%)

A empresa de tecnologias se destacou no primeiro semestre na Ibovespa. Concluindo as compras de Bling e Pag Certo, a Locaweb passou a ser considerada um dos melhores atendimentos pelo Reclame Aqui, o que chamou a atenção do mercado.

A expectativa é que a companhia cresça ainda mais em 2022 com o e-commerce em alta no próximo ano. 

Marfrig (aumento de 33,39%)

A Marfrig, uma das principais companhias de alimentos do mundo, valorizou 33,39% no primeiro semestre do ano. A empresa adquiriu ações da BRF e voltou a exportar carne para o mercado argentino, o que possibilitou a valorização no mercado financeiro. 

Empresas ESG também se valorizam em 2021

As empresas ESG, categoria de negócios que se preocupam com questões como sustentabilidade, governança corporativa e questões sociais, também se valorizaram em 2021.

Essa pauta, inclusive, está cada vez mais em alta no mercado financeiro, tanto para empresas como para investidores. 

O Bank of America divulgou um ranking das empresas ESG que mais se valorizaram no mercado. Confira abaixo:

  • Lojas Renner
  • MRV
  • Pão de Açúcar 
  • Bradesco
  • Santander 
  • B3
  • Fleury
  • Localiza 
  • CCR 
  • EcoRodovias
  • Totvs
  • Cielo
  • Dexco
  • Engie

Expectativas do mercado financeiro para 2022: PIB menor do que o esperado e maior inflação

Segundo o Boletim Focus, divulgado pelo Banco Central, o mercado financeiro estima que 2022 será marcado por uma inflação maior e pelo crescimento do PIB brasileiro.

A expectativa do mercado é que o PIB tenha uma alta de 0,93%, bem menor que a previsão inicial que estimava um crescimento de 2,5% no próximo ano. 

Em relação a taxas de juros, a expectativa é que a Selic continue subindo e feche em 11% ao ano. Já quando se fala em dólar, a previsão do mercado é que a moeda americana se mantenha no patamar atual, continuando na casa de R$ 5,50. 

Mesmo em um ano ainda conturbado por conta da pandemia de COVID-19, muitas empresas nacionais conseguiram se valorizar em 2021.

A expectativa é de um crescimento mais acentuado em diversos segmentos com o avanço da vacinação e o retorno pesado das atividades econômicas em 2022. 

Quais foram as empresas que mais cresceram