Quais tarifas podem ser cobradas pela emissora do cartão de crédito?

Existem somente 5 tarifas principais que o seu banco pode cobrar de você. Conheça mais sobre elas abaixo.

cartão de crédito

As tarifas do cartão de crédito podem causar muitas dores de cabeça nas pessoas, afinal de contas é do bolso delas que sai esse dinheiro. Isso fez com que muitos consumidores mudassem de bancos, escolhendo aqueles que conseguem oferecer um cartão de crédito sem anuidade.

Mas é muito importante que o consumidor entenda quais são as tarifas que os bancos realmente podem cobrar e porque elas existem, para não sair pagando qualquer taxa que o banco cobra.

Por isso neste artigo você conhece mais detalhes sobre todas as tarifas que os bancos podem cobrar de você.

O que são as tarifas do cartão de crédito?


As tarifas do cartão de crédito existem para fazer com que a operadora do cartão consiga ter os recursos necessários para atuar no mercado. Elas são um conjunto de 5 tarifas que a maioria dos bancos acaba cobrando para o consumidor poder utilizar o seu cartão.

Essas taxas foram padronizadas pelo Banco Central em junho de 2011, de modo a trazer mais segurança ao consumidor para que ele não sofresse com cobranças abusivas.

Quais são as 5 tarifas cobradas pelo cartão de crédito?


Para manter os recursos do banco funcionando, as tarifas criadas foram as de anuidade, emissão de 2.ª via, retirada do dinheiro em espécie, pagamento de contas e boleto, e avaliação emergencial de limite. Abaixo você conhece mais sobre elas.

1. Anuidade


Também conhecida como taxa de manutenção, ela é a mais famosa e tem a função de pagar os custos para manter o cartão do consumidor. Existem bancos que não cobram essa taxa e alguns em que o cliente pode conversar com seu gerente de contas para não precisar pagá-la.

Cada banco define o valor que vai cobrar nesta tarifa, então é importante realizar uma pesquisa para identificar o banco com uma anuidade que você está disposto a pagar.

2. Emissão de 2.ª via


Caso o cartão tenha sido perdido ou roubado, a operadora pode cobrar uma taxa para emitir e enviar para você a segunda via do seu cartão de crédito. Se a responsabilidade de perda do cartão tiver sido do banco, o consumidor consegue ficar isento desta taxa.

3. Retirada do dinheiro em espécie na função saque


Alguns cartões de crédito oferecem a possibilidade de sacar dinheiro sem necessariamente o consumidor ter ele na conta. Porém, este tipo de saque contém taxas, pois ele é considerado pelo banco como um empréstimo já que é um dinheiro que o cliente não tinha na conta.

Por conta disso, o banco pode cobrar encargos como taxa de juros e IOF. O recomendado é que só se utilize esse método em casos de emergência.

4. Pagamentos de contas e boletos


Os bancos podem cobrar taxas quando o consumidor utilizar o seu cartão de crédito para realizar o pagamento de contas como a da luz, água, gás, telefone, entre outras.

Essa tarifa existe, pois este tipo de operação precisa de mais solicitações para ser realizada, comparada a outros tipos de transações.

5. Avaliação emergencial de limite


Caso você não tenha mais limite no seu cartão, mas precise utilizá-lo em caso de emergência, você pode pedir um aumento emergencial do limite do seu cartão ao banco.

Porém, essa prática possui tarifas que quando cobradas já aparecem na próxima fatura do cartão, independentemente do banco ter aceito ou recusado o aumento de limite.

Mas é preciso ter atenção, pois essa tarifa só pode ser cobrada na sua fatura apenas uma vez a cada 30 dias, não importando a quantidade de pedidos de avaliação feitos nesse período.

Existem outras tarifas?


Sim! Além das 5 tarifas listadas acima, o seu cartão de crédito ainda tem a permissão do Banco Central para cobrar outras 3 tarifas. Mas elas não são muito comuns, pois são pouco utilizadas, são elas:

  1. Envio automático de mensagem relativo à movimentação que é cobrado quando o banco envia a você mensagens por SMS ou notificações push;
  2. Fornecimento de cartão de crédito em formato personalizado;
  3. Fornecimento emergencial de segunda via do cartão de crédito.

Pronto! Agora você conhece todas as tarifas que os cartões de crédito podem cobrar. Esperamos que este conteúdo tenha ajudado, e que você possa ficar mais atento na próxima vez que uma tarifa bancária aparecer na sua fatura.
Postagem Anterior Próxima Postagem