Como aumentar o limite do cartão?

Ter um limite de crédito alto é muito útil em diversos momentos, mas o banco deve perceber que o cliente “merece”.

Como aumentar o limite do cartão

Ter um cartão com limite alto é o sonho de muitos brasileiros. Ele pode ajudar a comprar um eletrodoméstico mais caro, a reformar a casa e a fazer a viagem dos sonhos. No entanto, mesmo tendo o cartão há muito tempo, muitos clientes não recebem aumento de crédito.

Para ter um bom limite, o cliente precisa criar uma boa reputação financeira com o banco. Veja algumas dicas para melhorá-la:

O que o banco considera para aumentar o limite de crédito de um cliente?


Uma instituição financeira não aumenta o crédito aleatoriamente. Antes de concedê-lo, os seguintes critérios são avaliados:

  • renda pessoal: quanto o cliente recebe por mês;
  • capacidade de pagamento: se ele será capaz de pagar a fatura mensalmente;
  • comprometimento de renda: o limite não deve ser alto a ponto de comprometer a renda do consumidor;
  • histórico de pagamentos: o banco avalia se o cliente paga suas contas pontualmente, incluindo a fatura do cartão.

O que fazer para aumentar o limite do crédito?


Veja algumas dicas para manter uma boa reputação financeira e ver seu crédito subir:

Mantenha o nome limpo


Antes de o banco conceder crédito a um cliente, ele analisa todo o seu histórico de pagamentos. Uma forma de o banco aumentar o limite do cartão é percebendo que o consumidor é capaz de pagar a fatura em dia. Essa análise é feita observando o score de crédito nos birôs.

Quando o consumidor paga suas contas com pontualidade, a pontuação costuma ser bem alta. Mas, por outro lado, quando ele deixa de pagar uma fatura ou a posterga para o mês seguinte, por exemplo, os pontos caem. 

Quanto mais ele paga suas contas, mais demonstra ao banco que é capaz de honrar seus compromissos financeiros. Com isso, ele tem mais facilidade em ceder um crédito maior.

Atualize a sua renda


O banco disponibiliza o crédito com base na renda mensal informada pelo consumidor. Se ele recebe um aumento de salário, por exemplo, precisa informar à instituição financeira. Assim, ela se sente mais segura para atualizar o limite.

Utilize o cartão com frequência


Para atualizar o limite, o banco precisa perceber que o crédito é utilizado com frequência. Caso ele seja pouco utilizado, a instituição entenderá que o crédito atual é suficiente e, portanto, não verá necessidade de aumentá-lo.

Para estimular o aumento do limite, o consumidor pode começar a pagar o máximo possível de contas com o crédito — pelo menos, até metade de seu limite mensal.

O problema é que essa atitude pode comprometer a renda, já que é fácil perder o controle das contas. Por isso, o ideal é que o consumidor utilize o crédito já tendo o dinheiro para pagá-lo. Ele pode guardar o valor na poupança e pagar assim que a fatura for fechada. É um método para utilizar o crédito e manter o nome limpo.

Não atrase o pagamento da fatura


Tão importante quanto manter o nome limpo é pagar a tarifa do cartão em dia. Isso mostra o compromisso que o cliente tem em honrar os pagamentos com a instituição. Então, evite pagar após o vencimento. Além de comprometer o seu crédito, ainda terá que pagar juros.

Outro problema grave é quando o consumidor, por não conseguir pagar a fatura por completo, acaba deixando para o mês seguinte. Além dos juros, ele ainda pode ter a fatura parcelada pelo Banco Central (o que inclui juros altos por mês) e entrar no crédito rotativo — o que, no fim das contas, só compromete a reputação financeira do consumidor com o banco.
Postagem Anterior Próxima Postagem