Bebida alcoólica após a cirurgia bariátrica pode?

O pós-operatório da cirurgia bariátrica apresenta uma fase de ingestão de líquidos, assim se torna usual o consumo excessivo de bebidas alcoólicas para compensar o antigo prazer de comer, atitude que requer atenção especial por colocar em risco a saúde do paciente.

Bebida alcoólica após a cirurgia bariátrica pode

Pesquisas mostram que tal comportamento é influenciado a partir da alteração do paladar provocada pelo processo, aumentando os casos de alcoolismo, além da recuperação do peso anterior.

Cirurgia bariátrica


Doença da modernidade, o aumento excessivo da gordura corporal em pessoas cada vez mais novas decorre da má alimentação e sedentarismo. Portanto, como medida de combate ao problema, muitos aderem à redução do tamanho do estômago.

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica autoriza a intervenção para o controle de peso, após o especialista avaliar as condições do paciente por exames de sangue, ultrassom abdominal, endoscopia, radiografia do tórax e outros.

Tudo em prol de garantir a segurança do procedimento e alcançar bons resultados, mesmo em um público mais jovem, como adolescentes com obesidade mórbida ou doenças associadas.

Cuidados no pós-operatório


Na sequência do tratamento, é essencial adotar uma nova rotina para o reestabelecimento total da saúde e manutenção dos resultados em razão do corpo desequilibrar seus valores nutricionais.

Embora realizada de forma pouco invasiva, a cirurgia bariátrica exige repouso imediato para preservar o bem-estar da pessoa. Uma dieta líquida será adotada para minimizar desconfortos e poupar esforços do estômago.

Gradualmente, alimentos sólidos serão reintroduzidos ao cardápio para potencializar a nutrição do paciente, por isso os médicos enfatizam a importância de seguir à risca as orientações durante esse período.

Uma intervenção no aparelho digestório exige do indivíduo o comprometimento em colaborar com sua cura, exercitando-se de forma leve e hidratando-se bem.

Por conta de uma relação doentia com a comida, o paciente bariátrico chegou a níveis intoleráveis de sobrepeso, por isso deve criar outro vínculo, tornando a alimentação o melhor remédio para sua vitalidade.

Complexos vitamínicos serão prescritos para compensar as perdas sofridas, em mulheres, por exemplo, necessita-se da reposição de ferro para evitar anemias durante suas menstruações, já que o fluxo tende a aumentar.

Uma equipe multidisciplinar – nutricionistas, psicólogos, preparadores físicos – podem contribuir com orientações para que o indivíduo modifique e permaneça em seu novo estilo de vida.

A obesidade deve ser tratada pelo paciente como uma doença que requer vigilância permanente para que não haja recaídas, nem retrocesso no tratamento.

Álcool, o grande vilão


Altamente calórico, o álcool sobrecarrega o corpo, sem fornecer nutrientes adequados para seu funcionamento. Muito pelo contrário, causa prejuízos, como:

  • Depressão;
  • Má digestão;
  • Descompensação das funções hepáticas e renais;
  • Inibição da absorção de vitaminas;
  • Desequilíbrio da flora intestinal.

Após passar pela cirurgia bariátrica, deve-se evitar bebidas alcoólicas por, no mínimo, seis meses, visto que, os problemas decorrentes dessa ingestão afetam a recuperação do organismo.

As recomendações são de que o consumo de álcool deve ser evitado ao máximo, pois, com a redução do estômago, as chances de embriaguez ampliam-se. Isso se dá, pelo corpo absorver mais álcool do que um organismo comum.
Postagem Anterior Próxima Postagem