5 destinos para conhecer no Centro-Oeste brasileiro

Além da natureza, a região conta com ótima infraestrutura. Parques e resorts são diversão garantida para toda a família

5 destinos para conhecer no Centro-Oeste brasileiro

A distância do mar foi compensada por uma natureza exuberante no Centro-Oeste brasileiro. Com destinos que reúnem cachoeiras, cânions, grutas, trilhas, parque e resort, a região tem sido muito visitada nos últimos anos e inclui diferentes paisagens para quem quer diversificar os roteiros.
 

Rio Quente


Pacata cidade de Goiás, Rio Quente se destaca por oferecer parques e resorts que garantem descanso e diversão. Destinadas a crianças, jovens, adultos e idosos, as opções atendem a todos os públicos.

As águas termais com 37ºC ajudam a relaxar o corpo e são uma verdadeira terapia, trazendo conforto físico e mental. Além disso, é possível curtir o Hot Park, com mais de 15 atrações. Entre elas, podemos citar:

  • Hotibum
  • Surf com ondas artificiais;
  • Mega tirolesa
  • Lazy Rider
  • Passeios de caiaque
  • Giant slide

O parque aquático foi construído ao lado da natureza e tem paisagens deslumbrantes, ou seja, é diversão garantida no cerrado.
 

Parque Nacional da Chapada dos Guimarães


Sendo um dos principais atrativos turísticos do Centro-Oeste, o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães é um verdadeiro paraíso de belezas naturais.

Trata-se do roteiro ideal para quem gosta de natureza, trilhas, cachoeiras, cânions e piscinas naturais. A paisagem é exuberante e a beleza da mata fechada se une às águas que brotam da terra.

O Parque conta com mais de 30 hectares de natureza preservada, reunindo ainda um forte valor histórico por conta das pinturas rupestres e antigos refúgios de escravos.

Pantanal


Falar do Centro-Oeste brasileiro e não citar o Pantanal é como escrever sobre o Rio de Janeiro sem mencionar o Cristo Redentor. O destino é repleto de experiências inesquecíveis, como passeios de barco, safári ao ar livre, pesca esportiva, mergulho nos rios e visualização de pássaros e outras espécies, como jacarés e onças.

É importante destacar que a região tem duas estações marcantes ao longo do ano: seca e inundação. Por isso, é importante planejar a viagem de acordo com os seus objetivos.

De abril a setembro é época de seca; nos demais meses, a temporada é de cheia. O período de inundação faz com que o Pantanal fique colorido, em razão da floração dos ipês e da renovação das plantas.
 

Bonito


A cidade de Bonito fica a 300 km de Campo Grande e possui inúmeras atrações, principalmente cachoeiras, grutas e lagos. O destino conta também com locais propícios para a prática de esportes radicais, como mergulho, rapel e tirolesa.

Entre as opções de visitação, podemos citar o Rio de Prata, o Aquário Natural, a Gruta do Lago Azul e a Gruta São Miguel. Outro passeio de destaque é Anhumas, que oferece a descida de rapel em um abismo de 70m.

A viagem a Bonito é marcada por paisagens incríveis e um contato direto com a natureza, incluindo também ótima infraestrutura de hotéis, pousadas e restaurantes. A dica é sempre contar com guias autorizados para ajudar nos passeios.
 

Sítios arqueológicos de Goiás


Somente Goiás reúne mais de 1,4 mil sítios arqueológicos espalhados por toda a região. Entre eles, destacamos os existentes em Serranópolis e Pedra do Bisnau. A viagem para estes destinos une contemplação da natureza e conhecimento.

Como essas reservas ficam dentro de matas, sempre há cachoeiras, lagos e uma diversidade de espécies de animais e flores – mais um exemplo de como a natureza é um atrativo ímpar nas visitas ao Centro-Oeste brasileiro.
Postagem Anterior Próxima Postagem