Conheça as vantagens do aparelho ortodôntico invisível

Um dos procedimentos mais conhecido nos consultórios odontológicos é o aparelho ortodôntico. Isso porque esse é um tratamento preciso para atuar em quadros de má oclusão e dentes tortos, conseguindo mudar o posicionamento dos dentes e corrigir a mordida.

Aparelho ortodôntico invisível

Do mesmo modo, é um método muito requisitado para alinhar o sorriso, permitir uma mastigação mais eficiente e até criar um melhor espaço na cavidade oral, em casos de necessidade.

Contudo, por conta da evolução do setor, novas técnicas vêm sendo criadas, tornando o tratamento ainda mais prático e, inclusive, com menos impacto na estética do paciente, como é o caso do aparelho invisível.

Modelos de aparelho ortodônticos


Atualmente, o modelo de aparelho invisível é um dos mais buscados por diversos aspectos, como uma aparência mais discreta e o alto resultado.

Contudo, para além desse método, existem cinco tipos de aparelho dentario, com funções e usos diferentes.

Por isso, primeiramente, confira neste artigo mais informações acerca desse tratamento e os modelos que podem ser aplicados, bem como quais as vantagens do aparelho ortodôntico invisível.

1- Aparelho fixo


O aparelho fixo é o mais comum. Sua estrutura é composta por bandas, fios e braquetes. Seu objetivo é mover os dentes gradualmente até a posição correta.

Como o seu próprio nome diz, esse é um aparelho ortodôntico fixo, não sendo possível removê-lo para alimentação ou higienização da boca, sendo geralmente feito de estruturas metálicas para tensionar a dentição.

No entanto, por não depender tanto da disciplina do paciente, o resultado desse procedimento é muito efetivo.

Ainda assim, é preciso acentuar os cuidados com a limpeza dos dentes e com a alimentação, pois alimentos muito rígidos como a maçã podem interferir na qualidade do tratamento, podendo quebrar as peças e atrasar o resultado.

2- Aparelho Transparente


Já o aparelho transparente possui a mesma função do aparelho de fios de metal, visando corrigir os dentes tortos e desalinhados.

No entanto, esse modelo é feito de materiais transparentes, o que diminui o impacto estético do sorriso.

Justamente por essa questão da aparência, esse procedimento tem sido muito procurado nos consultórios odontológicos e, mais que um tratamento ortodôntico, é entendido como estético.

3- Aparelho Móvel


O aparelho móvel é muito usado para tratamento em crianças que ainda não desenvolveram a arcada dentária permanente.

Sua função é manter os dentes em sua posição correta e auxiliar os que estão nascendo ao posicionamento correto.

Também por isso, ou seja, auxiliar na manutenção do sorriso, é muito indicado pelos dentistas para quem encerrou o tratamento com o aparelho fixo, fixando a posição dos dentes e não deixando que eles voltem para uma inadequada durante o tempo de adaptação.

4- Expansor Palatino


Pouco conhecido, o expansor palatino é um aparelho que corrige a mordida cruzada. Isso acontece quando a região posterior do arco superior é mais estreita que a inferior.

Nos adultos, o mais indicado é uma cirurgia e, por isso, os profissionais da área indicam que consertem esse problema o mais cedo possível.

5- Aparelho lingual


O aparelho lingual consiste em braquetes que são colados na parte interna dos dentes, estando em contato com a língua. Com isso, os dentes escondem o acessório durante o uso.

Sua função é a mesma de um aparelho fixo, mas por conta da estrutura estar “escondida”, não apresenta o mesmo impacto estético que o tradicional causa. Apesar de, basicamente, ser o mesmo objetivo, podem haver especificações quanto ao quadro e necessidades.

Por esse motivo, é crucial consultar o odontologista para que ele avalie as necessidades e, junto ao paciente, avalie as opções quanto aos gostos também.

No caso do aparelho lingual, é um procedimento indicado para quem pratica esportes de muito contato, pois o aparelho fixo pode causar cortes ou fraturas na boca em caso de pancada forte na região da boca.
 

Uso do Aparelho Invisível


O aparelho alinhador é quase invisível e feito sob medida, junto de softwares sofisticados que ainda conseguem prever os resultados esperados.

Além disso, sua vantagem é a de não utilizar materiais de metal, o que não causa impacto estético e nem prejudica quem tem rejeição ao metal.

Assim, feito com a previsão do decorrer do tratamento, esse modelo apresenta trocas pré-estipuladas e as placas transparentes também podem ser retiradas em ocasiões específicas e durante as refeições.

Cuidados com o aparelho ortodôntico


O aparelho ortodôntico depende muito da disciplina do paciente com os cuidados de higienização bucal e do próprio material do tratamento, conforme o modelo utilizado.

Por se tratar de um procedimento que entra em contato com a arcada, resíduos alimentares podem ficar presos e causarem problemas, como cáries e complicações na gengiva, principalmente nas estruturas fixas.

Quando a arcada dentária é comprometida, ela tem de ser retirada pelo profissional, a região precisa ser limpa e o dentista tem de colocar um implante dentário para que ali não seja uma região de acúmulo de bactérias.

Portanto, para prevenir todos os problemas deve-se:

  • Escovar os dentes ao final de cada refeição;
  • Bochechar enxaguante bucal ao final da escovação;
  • Passar fio dental;
  • Ir ao dentista a cada seis meses.

Além disso, alguns hábitos precisam ser adequados conforme o modelo utilizado, como as escovas usadas na higienização e o local de armazenamento do alinhador.

Vantagens do aparelho invisível


O aparelho invisível é conhecido justamente por não causar impacto na aparência do sorriso ou mesmo no rosto, mas ele ainda possui diversas outras vantagens.

No momento de realizar a limpeza bucal, por exemplo, ele pode ser removido, assim como na hora de se alimentar.

Por ele ser removível, deve-se ter cuidado com o seu armazenamento, que deve ser em uma caixa específica, dada pelo dentista. Do mesmo modo, o alinhador deve ser higienizado adequadamente antes de ser colocado novamente.

Além disso, o usuário do aparelho invisível deve seguir as recomendações profissionais e ter acompanhamento do dentista para que o tratamento tenha êxito, retornando em prazos que, geralmente, estão em torno de 14 dias para troca do aparelho.

Além da preservação estética, o aparelho invisível é muito confortável, sem ter riscos de ter cortes ou ferimentos que o fixo pode causar.

Caso o procedimento seja feito da maneira recomendada e supervisionada por um bom dentista, o aparelho invisível pode dar um resultado mais satisfatório e mais rápido, por conta da pressão exercida.

Ou seja, o tratamento apresenta um melhor custo-benefício, considerando que a harmonização do sorriso é mais cômoda e dura menos tempo para dar resultado.

Contudo, é preciso considerar a disciplina necessária para seu uso, de modo que a movimentação da estrutura dental ocorra como o previsto.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações, com dicas e conteúdos ricos, sobre os cuidados com a saúde física e mental.
Postagem Anterior Próxima Postagem