Como manter as roupas "novas" por mais tempo?

Cuidados nos processos de lavagem e secagem fazem diferença na durabilidade.

Quando você compra uma roupa nova, o seu desejo é que ela dure bastante, certo? Dessa forma você pode utilizá-la por mais tempo, com a peça não aparentando estar sofrendo os desgastes de seu uso regular.

Como manter as roupas novas

Para conseguir esse efeito, é importante que se tenha alguns cuidados na lavagem. Pequenas atitudes podem fazer toda a diferença na durabilidade das peças, evitando que elas se desgastem precocemente e mantendo a aparência de novas. Abaixo, conheça algumas das recomendações para garantir essa maior durabilidade.

Use sabão com moderação


Um dos conselhos é evitar colocar sabão em excesso no momento da lavagem. A quantidade extra dificulta o atrito entre as roupas, o que atrapalha a limpeza. Sua presença em excesso também exige maior tempo de enxágue. Há, ainda, o risco de restar sabão nas peças, o que provoca certo endurecimento da roupa após a secagem.

Outro fator a se prestar atenção é a temperatura da água. Não use água quente para lavar as roupas, uma vez que ela pode causar o encolhimento de peças mais sensíveis. O uso de água fria, por sua vez, evita que as peças sofram desbotamento, especialmente as peças escuras.

Não misture roupas brancas e escuras


Dependendo da quantidade de roupa a ser lavada, seguir essa orientação se torna uma missão difícil, mas é importante tentar segui-la sempre que possível. O contato de roupas de diferentes tonalidades na máquina pode manchar as roupas mais claras. Elas exigem métodos diferentes para conservar sua cor, bem como seu estado.

Esvazie os bolsos e feche os zíperes


Dois cuidados pequenos podem fazer enorme diferença na “saúde” de suas roupas. Um deles é garantir que os bolsos de calças, paletós e blusões estejam sempre vazios. A presença de moedas e outros objetos pode fazer com que eles rasguem com o atrito da máquina de lavar.

Outro efeito danoso é que esses objetos podem alterar a cor das peças, já que a água os desbota e se mistura com a tinta, passando para o restante das roupas. Já no caso dos zíperes, se colocados abertos, eles arranham as demais peças, enfraquecendo os tecidos e podendo rasgá-los. Lembre-se, portanto, de sempre fechá-los.

Evite que elas fiquem de molho por muito tempo


Ao colocar as roupas de molho, o objetivo é retirar a sujeira e os microrganismos que estão presentes nas peças. Contudo, se as peças ficam na água por muito tempo, a sujeira pode retornar, inclusive para locais que não estavam sujos anteriormente.

A recomendação é que, para as peças menos manchadas, o tempo máximo de molho seja de uma hora. Já para roupas que estejam mais encardidas, o limite deve ser de 2 horas.

Siga as instruções das etiquetas


As instruções postas pelos fabricantes nas etiquetas das roupas são importantes e devem ser seguidas. Elas contêm informações essenciais sobre os cuidados no processo de higienização das peças, que são únicas para cada tipo de tecido. Portanto, sempre leia as etiquetas com atenção!

Cuidados na secagem


Além do processo de lavagem, também são necessários cuidados ao secar a roupa. As peças podem ficar desbotadas e endurecidas caso sequem ao sol. No caso das roupas claras, elas até podem ser levadas ao sol, mas não por muito tempo. Uma forma de contornar o problema é utilizar um ventilador para acelerar a secagem.

Nos dias mais frios, pode-se utilizar a secadora. Alguns tipos de tecidos, como seda, algodão, lã e outros de fibras naturais não podem participar desse processo, uma vez que correm risco de encolhimento.

Outra dica valiosa é utilizar cabides para evitar que as roupas se deformem. Seu uso é indicado, sobretudo, para secar camisas, camisetas e paletós.
Postagem Anterior Próxima Postagem