Quais são as previsões para a Bolsa de Valores em 2021

Veja as apostas dos especialistas, saiba o que esperar do mercado de Bolsas de Valores no ano que vem e garanta a sua rentabilidade investindo nas empresas certas!

As previsões para a Bolsa de Valores em 2021 começaram a ser divulgadas pelos especialistas. As apostas incluem variações em pelo menos cinco setores.

Bolsa de Valores

Mesmo com um 2020 conturbado, devido à pandemia do novo coronavírus, incertezas de acordos comerciais entre China e Estados Unidos e eleições norte-americanas, eles apontam estimativa de desempenho dos investimentos em ações.

Uma das previsões divulgadas foi a do Banco Safra. De acordo com os especialistas da empresa, Cauê Pinheiros e Silvio Dória, o Ibovespa pode alcançar 131 mil pontos em 2021, representando uma alta de 15% em relação a 2020.

Portanto, segundo eles, a visão é bastante otimista, principalmente pelo fato de o mundo estar se aproximando de uma vacina eficaz contra a Covid-19, que pode dar fim à pandemia e voltar a movimentar a economia.

E o Safra também tem expectativa de um crescimento econômico mais acelerado, a nível mundial. Isso também é impulsionado com a posse de Joe Biden na presidência dos Estados Unidos.

E como a imagem dos países emergentes se tornarão mais positivas, há mais chances dos investidores retornarem à B3.
 

Critérios na Ibovespa


O Banco Safra chegou a este resultado de 131 mil pontos para o Ibovespa em 2021 após fazer uma aprofundada análise bottom up. Ou seja, direcionada a partir das estimativas específicas para empresas e setores.

Assim, os múltiplos, o resultado de 125.921 pontos foi o preço-alvo encontrado por eles. E a estimativa foi de 136.178 pontos.

Os especialistas frisaram ainda que é notável a migração dos investidores para os setores considerados tradicionais, por exemplo: petróleo, mineração, siderurgia e construção civil. Este forte movimento foi notado em novembro deste ano.

Assim, o Safr afirma que essa situação mostra que o mercado se movimenta de acordo com os setores que serão mais beneficiados com o fim da pandemia.

Gráfico
                                                                 Reprodução/Banco Safra 


Setores com potencial de crescimento


Ainda segundo o Banco Safra, os setores da Bolsa de Valores que terão mais crescimento em 2021 são transportes, com um crescimento de 59%, telecomunicações, que terá valorização de 42%, semelhante à educação.

Por fim, estão os shopping centers, com crescimento estimado de 38%; e setor financeiros que igualmente terá 38% de valorização.

O especialista em Ações, Eduardo Guimarães, também fez as suas projeções sobre os setores com potencial de crescimento em 2021.

Em seu artigo, publicado no site Investing, ele deu um destaque especial para o setor de minérios, tanto de ferro quanto de aço.

O especialista explica que a China, principal aliado comercial do Brasil, continuará com vantagens no minério da Vale. Este que é uma catapulta para as empresas de siderurgia na B3. Assim, as empresas poderão aumentar o preço do aço.

Outro setor que também pode ter muita demanda é o petróleo, especialmente após a vacina contra a Covid-19. Isso porque com o fim da pandemia, a demanda por viagens e mobilidade terá um aumento com a reabertura da economia, analisou Guimarães.

Outro setor que tem análises positivas de Eduardo Guimarães é o papel e celulose. Devido aos preços desses produtos estarem com boa valorização no mercado.

“As empresas do setor (Suzano e Klabin), que possuem vantagens competitivas naturais de custo mais baixo de produção, são um call fora do consenso e com prazo de investimento um pouco mais longo, não ficando somente limitado a 2021”, avaliou.

A situação de pandemia e coronavírus fez o setor da saúde se consolidar e crescer, por meio de compras. Assim, ele pode continuar se posicionando ao longo de 2021. 

Assim como a construção civil, o varejo de alimentos e a infraestrutura, que também tiveram crescimento em 2020. Portanto, para o especialista estes são os setores que possivelmente continuarão em alta na Bolsa de Valores em 2021. 

J.P. Morgan


O J.P. Morgan, sociedade especialista no mercado de ações, prevê um forte caminho para investidores. A informação foi divulgada pelo jornal Valor Econômico.

A expectativa é que S&P 500 atinja cerca de 4 mil pontos no início de 2021. Isso porque apresenta como cenário-base o índice amplo de ações de Nova York.

Entre os motivos que o banco aponta para esse cenário positivo estão: o relaxamento da política monetária nos Estados Unidos, que deve continuar com a posse de Joe Binden.

E também na criação de um novo pacote de estímulos fiscais, com valores estimados de US$ 700 bilhões e US$ 900 bilhões.

Além disso, a distribuição das vacinas contra a Covid-19 também é vista como um motor para a Bolsa de Valores.Tudo porque a retomada da economia deve impulsionar os lucros e dar mais oportunidades de emprego.

Contudo, os especialistas frisam que tais previsões podem sofrer alterações, devido aos riscos comuns na Bolsa de Valores. Por exemplo, se o crescimento econômico for inferior aos estimados 4% para 2021.

Por isso, se planeje, mas fique atento para imprevistos e não coloque todo o seu investimento em uma única ação.
Postagem Anterior Próxima Postagem